Seleção

NÁUTICO

Audiência de conciliação deve pôr fim a impasse entre Náutico e o técnico Milton Cruz

Expectativa dos alvirrubros é que encontro, que deve ocorrer na próxima semana, encerre punição da CBF que impede Timbu de inscrever jogadores

postado em 01/11/2019 20:32

<i>(Foto: Ricardo Fernandes/DP)</i>
O imbróglio jurídico que resultou na punição imposta pela Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) da CBF ao Náutico por conta de uma dívida do clube com o técnico Milton Cruz e o auxiliar Ivan Izzo pode estar perto de um desfecho. Em entrevista ao Superesportes, o vice-presidente jurídico alvirrubro Alexandre Carneiro revelou que na próxima semana deverá ocorrer uma audiência de conciliação entre as partes para resolver o impasse. No entanto, ainda não foi repassada a data exata do encontro.

Por conta da dívida com os dois profissionais, o Náutico está impedido de inscrever novos jogadores. O acerto inicial previa o pagamento do débito em 30 parcelas. Porém, após o clube pernambucano deixar de cumprir o acordo, Milton Cruz e Ivan Izzo acionaram o CNRD. Em seguida solicitaram uma nova forma de pagamento, dividida em apenas oito parcelas, o que não foi aceito pelos alvirrubros.

Após a punição, o Náutico regularizou os pagamentos do acordo inicial. Com isso, das 30 parcelas previstas já pagou quitou seis. O valor total da dívida é de R$ 300 mil com Milton Cruz e R$ 100 mil com Ivan Izzo. 

“Haverá essa audiência de conciliação na próxima semana e acredito que chegaremos a um acordo. O Náutico já regularizou a situação e mostra, com isso, que está com boa vontade para resolver esse impasse”, destacou Alexandro Carneiro, que também é candidato à presidência do conselho deliberativo Timbu pela chapa da situação, na eleição que ocorrerá no dia 8 de dezembro.

Por conta da punição imposta pelo CNRD, o Náutico não pôde inscrever jogadores para o Campeonato Pernambucano da categoria sub-15 e com isso está disputando a competição com apenas dez atletas. Além disso, alguns jogadores também deixaram de ser inscritos na Copa São Paulo de Juniores do próximo ano. Apesar disso, a presença do Náutico no torneio está garantida.  

Sem resolver o impasse, o clube também ainda não pode registrar no Boletim Informativo Diário da CBF o atacante Salatiel Júnior, primeira contratação para a temporada 2020.