Seleção

NÁUTICO

Audiência de conciliação na segunda-feira pode pôr fim à punição do Náutico na CBF

Clube alvirrubro tentará acordo com o técnico Milton Cruz e auxiliar Ivan Izzo para poder voltar a inscrever novos jogadores

postado em 29/11/2019 17:01

(Foto: Ricardo Fernandes/DP)
Até o momento, a diretoria do Náutico já oficializou as contratações do atacante Salatiel Júnior e do lateral direito Bryan para a temporada 2020. Ambos porém, ainda não puderam ser inscritos na CBF por conta da punição imposta ao clube pela Câmara Nacional de Resolução de Disputas (CNRD) por conta de uma dívida do clube com o técnico Milton Cruz e o auxiliar Ivan Izzo. Pena que, no entanto, pode ser derrubada na próxima segunda-feira.

Isso porque acontecerá, no Rio de Janeiro, a primeira audiência de conciliação entre as partes. E a diretoria alvirrubra está otimista quanto a uma solução. “Caso não se chegue em um acordo, o caso será julgado em data posterior. Mas estamos confiantes”, destacou o vice presidente jurídico do Náutico, Bruno Becker.

O acerto inicial previa o pagamento do débito com os dois profissionais em 30 parcelas. Porém, após o clube pernambucano deixar de cumprir o acordo, Milton Cruz e Ivan Izzo acionaram o CNRD. Em seguida solicitaram uma nova forma de pagamento, dividida em apenas oito parcelas, o que não foi aceito pelos alvirrubros.

Após a punição, o Náutico regularizou os pagamentos. Das 30 parcelas previstas o clube já pagou quitou seis e com isso busca manter o acordo inicial. O valor total da dívida é de R$ 300 mil com Milton Cruz e R$ 100 mil com Ivan Izzo. Os dois profissionais trabalharam no clube no Campeonato Pernambucano de 2017.