SANTA CRUZ

Santa Cruz procura Cléo Silva e Paulinho, do Novorizontino, mas recebe negativa

Diretor de futebol do clube paulista explicou que disputa da Série D é prioridade e que, por este motivo, não vai liberar nenhum atleta do elenco

postado em 12/08/2020 19:13 / atualizado em 12/08/2020 19:13

(Foto: Wiliam Lima/Novorizontino)
Na mira do Santa Cruz, que se movimenta no mercado atrás de reforços para disputar a Série C, o atacante Cléo Silva e o lateral esquerdo Paulinho, ambos do Novorizontino/SP e procurados pelo Tricolor nos últimos dias, não virão para a Cobra Coral.  

Pelo menos foi o que garantiu o diretor de futebol do time paulista, Luiz Carlos Goiano, à reportagem do Diario, na noite desta quarta-feira. 

A negativa dada ao clube pernambucano, de acordo com o dirigente paulista, se deu em virtude da disputa da Série D, divisão que o Novorizontino jogará este ano para tentar o acesso à Terceirona. 

"Realmente houve uma procura por esses dois atletas mas o Novorizontino joga a Série D e nós nao vamos liberar. Até porque a gente tem também o anseio de sair dessa divisão. A gente não vai liberar nenhum atleta do nosso elenco. Isso foi passado para o Nei (Pandolfo, executivo do Santa). Vamos seguir com os nossos atletas", declarou. 
 
Até este momento, o Santa Cruz tem Negueba como único reforço já garantido para a Série C. O atacante deve chegar ao Arruda, no mais tardar, até esta quinta-feira para assinar contrato com o Tricolor.
 
Currículos 
 
Cléo Silva tem 30 anos e começou no Rio Claro/SP. O jogador já rodou bastante no interior paulista, tendo passagens também no Botafogo/SP e no São Bento. Entre diversos empréstimos, o atacante também já vestiu as camisas de Grêmio Maringá/PR, Foz do Iguaçu/PR, Itumbiara/GO, Paraupebas/PA, Boa Esporte/MG, Cuiabá/MT, Joinville/SC, Luverdense/MT e Operário/PR. Nesta temporada, foram 14 jogos e dois gols, entre Paulistão e Copa do Brasil.
 
No futebol brasileiro, Paulinho passou por vários times. Jogou no Atlético Goianiense, Athletico Paranaense, Avaí, CRB. Em 2019, inclusive, esteve no elenco do Cuiabá, à epoca comandado por Itamar Schülle, atual técnico do Santa Cruz. Neste ano, o lateral esquerdo fez 12 partidas e não marcou gols.