SPORT

Mal no ataque, Sport perde o segundo jogo seguido na Ilha do Retiro e se aproxima do Z4

Com pouca produtividade ofensiva e apresentando limitações, o Sport joga mal, perde para o Atlético-GO na Ilha do Retiro e se complica na Série A

postado em 23/11/2020 21:59 / atualizado em 23/11/2020 22:26

(Foto: Peu Ricardo/DP Foto)
Pelo segundo jogo consecutivo, o Sport perde na Ilha do Retiro e se complica na Série A. Em mais um confronto direto, o Leão recebeu o Atlético-GO e foi derrotado por 1x0. Sem o técnico Jair Ventura, que está em isolamento depois de testar positivo para a Covid-19, o time pernambucano foi comandado pelo preparador físico Ricardo Henriques e mais uma vez não conseguiu ter produtividade ofensiva. O gol do jogo foi marcado pelo atacante Janderson, durante o segundo tempo. 

Com mais um resultado negativo, o Sport cai para a 15ª colocação e segue a um ponto do Vasco, primeiro time na zona de rebaixamento. Ainda sem poder contar com o técnico Jair Ventura durante a semana, a comissão técnica rubro-negra vai ter quatro dias de preparação para o próximo jogo. Isso porque o Leão já volta a campo no próximo sábado, quando enfrenta o Santos, às 17h, na Vila Belmiro.

O JOGO

Com a necessidade da vitória para se afastar da zona de rebaixamento, o Sport teve o atacante Mikael como novidade na escalação no lugar do volante Ricardinho. Apesar da mudança ofensiva, o Leão iniciou o jogo com foco na marcação, diferente da proposta de jogo do adversário. Mesmo sendo o visitante, o Atlético-GO buscava mais o ataque e conseguia propor mais ações ofensivas, explorando principalmente o lado direito com Janderson e Dudu.

Apesar do Atlético-GO ter mais presença no campo ofensivo, o primeiro tempo foi equilibrado durante a maior parte do tempo. Nas duas melhores chances de gol, o goleiro Luan Polli fez duas boas defesas, evitando o gol. Com a pouca produtividade ofensiva durante a primeira etapa de jogo, o Sport voltou do intervalo com Marquinhos na vaga de Jonatan Gomez.

Com a mudança, o Sport voltou para o segundo tempo procurando mais o ataque, em busca do gol. O Leão conseguiu ser melhor até os 15 minutos, mas sem muita efetividade. Diferente do adversário. Em contra-ataque rápido puxado pelo centroavante Zé Roberto, depois de uma falta mal cobrada por Thiago Neves, o atacante Janderson recebeu a bola na área, aproveitou a defesa desarrumada e finalizou forte para balançar as redes e abrir o placar.

Em desvantagem no placar, o técnico interino Ricardo Henriques tentou mudar o cenário do jogo promovendo mais quatro alterações no time, mas não conseguiu ter sucesso. Mesmo com o Sport ensaiando uma certa pressão no ataque, principalmente nos minutos finais do jogo, o Atlético-GO conseguiu se defender bem, impedindo a Leão de criar oportunidades mais efetivas.
 
 

FICHA DO JOGO

Sport: Luan Polli; Patric, Iago Maidana, Adryelson e Sander; Márcio Araújo (Bruninho), Lucas Mugni, Thiago Neves e Jonatan Gomez (Marquinhos); Leandro Barcia (Lucas Venuto) e Mikael (Hernane Brocador). Técnico: Ricardo Henriques.

Atlético-GO: Jean; Dudu, João Victor, Gilvan e Nicolas; Willian Maranhão, Matheus Vargas (Rithely) e Chico (Pereira); Gustavo Ferrareis (Danilo Gomes), Janderson (Arnaldo) e Zé Roberto (Júnior Brandão). Técnico: Marcelo Cabo.

Local: Ilha do Retiro, Recife (PE)
Árbitra: Edina Alves Batista (SP)
Assistentes: Neuza Ines Back (SP) e Daniel Paulo Ziolli (SP)
Cartões amarelos: Sander (Sport); João Victor, Chico e Gustavo Ferrareis (Atlético-GO)
Gol: Janderson (Atlético-GO), aos 15’ do 2ºT;