FUTEBOL PERNAMBUCANO

Dois CTs, estádio em Paudalho e mais de R$ 50 milhões: Entenda a estrutura do Retrô

Além de já contar com dois centros de treinamentos, clube projeta construção de estádio para até 12 mil pessoas, orçado em R$ 10 milhões

postado em 08/11/2019 17:40 / atualizado em 08/11/2019 17:54

(Foto: Vítor Aguiar/Superesportes)
Mirando a final do Pernambucano e acessos seguidos na pirâmide do futebol nacional, os planos do Retrô estão bem estruturados - literalmente. A infraestrutura da Fênix camaragibense envolve dois centros de treinamentos e um estádio a ser construído a partir de janeiro, em investimentos que, somados ao final, poderão chegar a R$ 55 milhões. E, apostando na modernidade e na tecnologia, o clube deixa a modéstia de um clube iniciante de lado e já se vê com a melhor estrutura do Norte-Nordeste do Brasil.

Quando Laércio Guerra, diretor-presidente do clube, comprou terrenos nos quilômetros 5 e 8 de Aldeia, ele almejava empreendimentos comerciais, mas, com o crescimento do Retrô, os lotes foram reaproveitados para a construção dos CTs do clube. Um tem apenas um campo e uma quadra e é voltado para as equipes de futsal, mas o segundo já tem seis campos e muita estrutura por trás. No total, já são quase R$ 35 milhões em investimento.

Com quatro minicampos e dois campos oficiais, o CT está em processo de ampliação com mais quatro campos oficiais. Além disso, as obras envolvem refeitório, hotel com 64 quartos, academia, vestiários, salas de aula. O único setor finalizado é o administrativo, que tem área de repouso dos atletas, miniauditório e as salas da diretoria. Neste sábado estará sendo inaugurado o Centro de Convenções..

“Nós temos um hotel aqui com 64 apartamento, pronto para receber delegações, receber eventos. Nós temos um centro de convenções para 1500 pessoas que vai ser inaugurado neste fim de semana, temos programas de pós-graduação com alunos que vem no final de semana, dormem no hotel e ficam aqui”, apontou Laércio.

O centro de treinamento do Retrô, inclusive, já vem sendo utilizado por outros clubes e até seleções. Caso da equipe sub-23 da Venezuela, que realizou no mês passado um amistoso contra o Brasil, nos Aflitos. 

Mas, além de CT, o Retrô almeja também a construção de um estádio, que ainda não tem local definido, com estimativa de orçamento de R$ 20 milhões. A ideia do clube é levar o empreendimento para Camaragibe ou Paudalho, com conversas mais adiantada com esta última. A projeção de Laércio Guerra é de fazer um estádio para 10 a 12 mil lugares, em um layout baseado no estilo clássico da Inglaterra

“A gente precisa da área e é um investimento razoável, em torno de R$ 20 milhões, em capital próprio. Nós estamos nessa discussão e, muito provavelmente, nessa próxima semana, a gente deva concluir esse processo para dizer se vai ser em Camaragibe ou em Paudalho”.