FUTEBOL PERNAMBUCANO

Visando retorno, Federação dá início ao procedimento de volta aos treinos

Questionário epidemiológico da FPF já foi encaminhado para os clubes

postado em 05/06/2020 14:04 / atualizado em 05/06/2020 16:37

(Foto: Tarciso Augusto/Esp. DP Foto)
Com a liberação autorizada pelo Governo de Pernambuco para a volta dos treinos nos clubes, no dia 15 desse mês, a Federação Pernambucana de Futebol (FPF) encaminhou um questionário epidemiológico, elaborado pela Associação Brasileira de infectologia (SBI), entre estas quinta e sexta-feira, como parte obrigatória e inicial do protocolo desenvolvido para a volta dos treinos.

“Todos os clubes vão responder esse questionário que vai abastecer um banco de dados, um software próprio, que vai ficar elencado e vai transmitir as informações para os governos estaduais e federais que será repassado para o comitê de combate à Covid-19”, explicou o presidente da FPF, Evandro Carvalho.

A etapa seguinte deve ser feita na reapresentação aos treinos, quando todos os jogadores vão cumprir os exames para, aí sim, terem a liberação para voltarem aos gramados. “Os jogadores retornam no dia 15 e antes de ingressarem nos treinos, todos eles serão submetidos ao exame padrão internacional que é utilizado e Pernambuco vai adotar, que são os exames mais caros e mais técnicos”, disse o presidente.

Ainda sobre os procedimentos adotados no protocolo, Evandro disse que os atletas vão ser agrupados de acordo com os testes. “Os exames vão definir três grupos, os jogadores que têm anticorpos, são imunes e não transmitem estão 100% liberados. Os jogadores que não têm anticorpos, mas também não estão com indicações virais, ficam trabalhando sendo monitorados, respondendo questionários e todo dia tendo avaliação clínica”, explanou. 
 
“Já o jogador que apresentar qualquer carga viral, vai ser submetido a um outro exame que vai determinar se a doença infectou ele, e se ele tá a cinco, dez, vinte dias, para poder voltar ao trabalho”, complementou o presidente da FPF.

RETORNO DO PERNAMBUCANO 

Quando se trata da volta do Campeonato Pernambucano, o dirigente voltou a dizer ao Diario, que poderá retomar a competição a partir do dia 28 desse mês, mas que a prioridade é o andamento do protocolo.

“Quando cumprir todo esse protocolo, que deve ser concluído dia 26, ou seja do dia 28 em diante nós poderíamos em tese voltar. Mas essa volta nós só vamos definir com as autoridades do estado. Nós não temos interesse agora em definir a volta, queremos que todo o protocolo, procedimentos e estruturas sejam feitas, depois disso tudo cumprido nós estabelecemos a data da volta”, concluiu.