Flamengo ou Athletico-PR? Levantamos qual elenco coleciona mais Supercopa

A julgar pelo peso do currículo, o Flamengo entrará em campo com mais especialistas nesse estilo de torneio do que o Athletico-PR

(Foto: Ed Alves/CB/D.A Press
)
Lançada em 1990 pela CBF, abandonada por 28 anos e ressuscitada nesta temporada, a Supercopa do Brasil será disputada pela terceira vez no domingo, às 11h, no Mané Garrincha, mas o formato do evento não é novidade para nove jogadores e dois técnicos. O Correio fez uma prova de títulos entre os personagens inscritos no torneio. A julgar pelo peso do currículo, o Flamengo entrará em campo com mais especialistas nesse estilo de torneio do que o Athletico-PR.

 

Atual campeão brasileiro, o rubro-negro carioca conta com seis personagens campeões de supercopas nacionais e/ou continentais na carreira — cinco jogadores e o técnico Jorge Jesus. Juntos, eles somam 18 taças. O Athletico-PR conta com três atletas vencedores e o treinador Dorival Júnior, totalizando 15 títulos.

 

O lateral-direito Rafinha ostenta quatro Supercopas da Alemanha e uma da Uefa. Filipe Luís é outro papa-títulos. Ganhou três com a camisa do Barcelona e um pelo Ajax. Diego participou de uma conquista do Porto e outra do Fenerbahçe, último clube dele antes de chegar ao Flamengo. O reserva Vitinho tem dois pelo CSKA Moscou, da Rússia. Capitão do time carioca, Éverton Ribeiro faturou duas supercopas na Arábia Saudita, ambas pelo Al-Ahli.

 

O técnico Jorge Jesus é especialista no assunto. Brindou o Benfica com a Supertaça Cândido de Oliveira, em 2014; e o Sporting, em 2015. Três anos depois, levou o Al-Hilal ao degrau mais alto do pódio na Arábia Saudita. Isso explica a gana do português pelo troféu inédito na carreira. “O importante para nós é dia 16, em Brasília, na final da Supercopa. Estamos em um nível muito melhor e maior, com todo o respeito que tenho pelo Campeonato Carioca”, disse o treinador no início deste mês, depois da vitória sobre o Resende na Taça Guanabara.

 

O Athletico-PR tem o senhor dos troféus. Nenhum jogador inscrito para a final tem mais títulos de supercopas do que Adriano. O veterano lateral-esquerdo de 35 anos empilhou taças na Espanha. De carona nas eras douradas do Sevilla e do Barcelona, exibe no currículo três Supercopas da Uefa e quatro Supercopas da Espanha. Sete no total.

 

Lucho González é outro pé-quente. O argentino tem cinco títulos de supercopa com as camisas do Olympique Marselha, da França, e do Porto, de Portugal. Marquinhos Gabriel participou da campanha do Internacional na conquista da Recopa Sul-Americana de 2011. Ele fazia parte do elenco comandado por Dorival Júnior, técnico colorado à época.

 

Até ontem, 40 mil ingressos haviam sido vendidos para a decisão. O campeão brasileiro (Flamengo) ou da Copa do Brasil (Athletico-PR) entrarão na seleta sala de troféus ao lado do Grêmio (1990) e do Corinthians (1991).

 

A estreia do Furacão em 2020

O Furacão chegou um pouco mais tarde e também está concentrado no Setor Hoteleiro Norte. Menos badalado do que o rival de domingo, o clube de Curitiba ainda não fez nenhuma partida com o elenco profissional em 2020. Dorival Júnior contará com a base do time campeão da Copa do Brasil 2019. A ausência sentida é de Bruno Guimarães. O jovem meio campista de 22 anos foi vendido para o Lyon, da França, por 25 milhões de euros (cerca de R$ 115 milhões de reais). 

Já ganhei Supercopa na vida...

 

Flamengo

» Rafinha

5 títulos

Supercopa da Alemanha (2012, 2016, 

2017 e 2018) e Supercopa da Uefa (2014)

Clube: Bayern Munique

 

» Filipe Luís

4 títulos

Supercopa da Uefa (2010, 2012 

e 2018) e Supercopa da Holanda (2005)

Clube: Atlético de Madrid e Ajax

 

» Éverton Ribeiro

2 títulos

Supercopa da Arábia Saudita (2014 e 2018)

Clube: Al-Ahli

 

» Diego

2 títulos

Supertaça de Portugal (2004) 

e da Turquia (2014)

Clubes: Porto e Fenerbahçe

 

» Vitinho

2 títulos

Supercopa da Rússia (2014 e 2018)

Clube: CSKA Moscou

 

» Jorge Jesus

3 títulos

Supertaça Cândido de Oliveira (2014, 2015 e 2018)

Clubes: Benfica, Sporting e Al-Hilal

 

 

Athletico-PR

» Lucho González

5 títulos

Supercopa da França (2010 e 2011) e Supertaça Cândido de Oliveira (2006, 2012 e 2013)

Clubes: Olympique de Marselha e Porto

 

» Adriano

7 títulos

Supercopa da Uefa (2006, 2011 e 2015) e Supercopa da Espanha (2007, 2010, 2011, 2013)

Clubes: Barcelona e Sevilla

 

» Marquinhos Gabriel

1 título

Recopa Sul-Americana (2011)

Clube: Internacional

 

» Dorival Júnior

1 título

Recopa Sul-Americana (2011)

Clube: Internacional