Cruzeiro

CRUZEIRO

Presidente do Cruzeiro se reúne com Vanderlei Luxemburgo no Rio

Encontro começou por volta das 9h desta terça-feira

postado em 03/08/2021 10:55 / atualizado em 03/08/2021 11:21

(Foto: THIAGO RIBEIRO/AGIF/ESTADAO CONTEUDO)

O presidente do Cruzeiro, Sérgio Santos Rodrigues, viajou ao Rio de Janeiro e se encontrou, na manhã desta terça-feira, durante o café da manhã em um hotel, com o técnico Vanderlei Luxemburgo. Conforme publicou nessa segunda o Superesportes, o dirigente celeste já havia conversado com o treinador por telefone e manifestou o desejo de tê-lo como sucessor de Mozart Santos na sequência da Série B do Brasileiro.

A negociação deve ter um desfecho nas próximas horas. O treinador de 69 anos quer a garantia do empresário Pedro Lourenço, da rede Supermercados BH, de que suas exigências serão atendidas. Ciente do momento financeiro caótico do Cruzeiro, Luxemburgo pretende trabalhar com as folhas salariais dos funcionários em dia.

Se aceitar o desafio de dirigir o Cruzeiro, Vanderlei muito provavelmente terá que buscar a reação na Série B só com os jogadores que já estão na Toca. O clube está impedido de registrar novos atletas devido a duas punições de 'transfer ban'. Para se livrar das sanções da Fifa, a direção terá que desembolsar R$ 13 milhões.

O primeiro débito, de R$ 7 milhões, é com o Defensor, do Uruguai, pela aquisição de Arrascaeta. A segunda punição, mais recente, deve-se uma dívida de R$ 6 milhões com o Mazatlán, antigo Monarcas Morélia, do México, pela compra de parte dos direitos econômicos do atacante Riascos. As duas transações são de 2015.

Logo, a chance é remota de o Cruzeiro mudar o cenário e contratar novos reforços.

Vanderlei no Cruzeiro


Vanderlei Luxemburgo já teve duas passagens pelo Cruzeiro. Na primeira, entre 2002 e 2004, conquistou a Tríplice Coroa de 2003 - Campeonato Mineiro, Copa do Brasil e Campeonato Brasileiro. A segunda, de três meses, foi em 2015.

No total, o técnico comandou o clube em 126 jogos, com 74 vitórias, 25 empates e 27 derrotas.
O último trabalho de Luxemburgo foi no Vasco, entre dezembro de 2020 e fevereiro deste ano. No curto período, ele não conseguiu evitar o rebaixamento do cruz-maltino à Série B.

Sexto técnico na atual gestão


Seja Luxemburgo ou não, o Cruzeiro terá o seu sexto técnico na gestão de Sérgio Santos Rodrigues, que ocupa a presidência desde 1º de junho de 2021. No intervalo de 1 ano e 2 meses, cinco profissionais passaram pelo cargo: Enderson Moreira, Ney Franco, Luiz Felipe Scolari, Felipe Conceição e Mozart Santos.

Antes de pensar em acesso, o desafio imediato do próximo comandante será tirar o Cruzeiro da luta contra a queda à terceira divisão. Em 15 rodadas na Série B, o time somou apenas 13 pontos - duas vitórias, sete empates e seis derrotas - e está na 18ª posição. As chances de chegar à Série A, segundo o Departamento de Matemática da UFMG, são de 0,57%.

O Cruzeiro volta a campo no sábado, às 11h, contra o Brusque, pela 16ª rodada da Série B. Apesar da situação bastante desfavorável, a diretoria mantém o discurso de que ainda é possível atingir a campanha de acesso - 61 a 64 pontos. Para isso, será necessário somar entre 48 e 51 nas 23 rodadas restantes - aproveitamento de 69,5% a 73,9%.

Tags: raposa luxemburgo treinador reunião conversa cruzeiroec