Cruzeiro: risco de queda quase desaparece, mas chance de subir é pequena

Raposa ganhou respiro na briga contra o Z4, porém não está livre do rebaixamento

13/09/2021 08:50 / atualizado em 13/09/2021 14:18
compartilhe
Cruzeiro precisa de campanha quase perfeita para subir
foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Cruzeiro precisa de campanha quase perfeita para subir

Com a vitória sobre a Ponte Preta, por 1 a 0, no sábado (11), na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, o Cruzeiro abriu seis pontos de distância para a zona de rebaixamento. Agora, a Raposa tem 29 pontos, na 13ª posição da Série B, enquanto o Vitória, clube que abre o Z4, continuou com 23. De acordo com o Departamento de Matemática da UFMG, o risco de queda do time do técnico Vanderlei Luxemburgo caiu para 5,5%.

Por outro lado, a distância do Cruzeiro para o grupo dos quatro primeiros ainda é grande. Hoje, o time celeste está a 11 pontos do CRB, quarto colocado, com 40 pontos. Segundo a UFMG, a probabilidade de acesso é muito pequena: 1,9%. O Coritiba lidera a Série B, com 45 pontos.

A universidade pública projeta que um time que atingir 62 pontos tem 91,4% de probabilidade de subir. Para chegar a esta pontuação, a Raposa precisa de 33 pontos em 15 rodadas - 11 vitórias até o fim da competição. Dessa forma, apenas uma campanha quase perfeita poderá levar o Cruzeiro de volta à elite do futebol brasileiro em 2022.

Já o risco de rebaixamento com 45 pontos é de 3,7%, segundo a UFMG. O time celeste ainda precisa de mais 16 pontos - cinco vitórias e um empate - para chegar a este número.

O próximo jogo do Cruzeiro ocorrerá nesta quinta-feira, às 19h, contra o Operário, na Arena do Jacaré. Para continuar sonhando com o acesso, o time celeste deve buscar a vitória diante do time paranaense.

RISCO DE REBAIXAMENTO (UFMG)

1 - CONFIANÇA: 97.4%
2 - BRASIL DE PELOTAS: 95.5%
3 - LONDRINA: 65.1%
4 - VITÓRIA: 50.0%
5 - PONTE PRETA: 24.0%
6 - VILA NOVA: 23.8%
7 - BRUSQUE: 21.0%
8 - CSA: 7.7%
9 - REMO: 5.6%
10 - CRUZEIRO: 5.5%
11 - VASCO DA GAMA: 2.6%
12 - OPERÁRIO: 1.1%

CHANCE DE ACESSO (UFMG)

1 - CORITIBA: 90.5%
2 - GOIÁS: 76.3%
3 - BOTAFOGO: 75.5%
4 - CRB: 51.9%
5 - AVAÍ: 29.2%
6 - GUARANI: 26.0%
7 - SAMPAIO CORRÊA: 18.5%
8 - NÁUTICO: 11.4%
9 - OPERÁRIO: 7.7%
10 - VASCO DA GAMA: 5.0%
11 - REMO: 2.9%
12 - CRUZEIRO: 1.9%
13 - CSA: 1.9%

Compartilhe