UAI

2

Aliviado, Fábio Carille diz que Santos pode sonhar mais alto no Brasileirão

Técnico exalta superação do Peixe no triunfo que encaminhou permanência na elite. Comandante vê equipe com chance de chegar à Copa Sul-Americana

25/11/2021 22:35
compartilhe
Fábio Carille respirou aliviado com vitória na Vila Belmiro e vê Santos com chance de voos maiores
foto: Ivan Storti/Santos

Fábio Carille respirou aliviado com vitória na Vila Belmiro e vê Santos com chance de voos maiores

O técnico Fábio Carille exaltou a vitória do Santos por 2 a 0 sobre o Fortaleza na noite desta quinta-feira, na Vila Belmiro, pela 35ª rodada do Campeonato Brasileiro. O triunfo levou o Peixe ao 11º lugar, com 45 pontos, muito perto de se livrar definitivamente do rebaixamento à Segunda Divisão. 



Na próxima rodada, o Peixe visita o Internacional no domingo, no Beira-Rio, para acabar matematicamente com o risco de queda. Depois do Inter, faltarão Flamengo (Maracanã) e Cuiabá (Vila Belmiro). O comandante santista vê o time com possibilidade de assegurar presença na Copa Sul-Americana, ao mesmo tempo em que ficou perto de assegurar a permanência na elite. 

O Peixe foi melhor no segundo tempo e marcou duas vezes com Marcos Leonardo. O Alvinegro teve média de 23 anos na etapa final.



"Mais um jogo de superação, entendendo e trabalhando em cima das limitações e dificuldades. Muito satisfeito com tudo que está acontecendo. Muito pouco para conseguir nosso objetivo. Talvez com 45 não caia, mas vamos buscar pontos e podemos sonhar com algo a mais, como Sul-Americana. A partir de amanhã vamos trabalhar por mais, mas com 45 matematicamente não estamos livres", disse Carille.

"Se a gente atingir os pontos da Sul-Americana antes, vamos sonhar mais. Mas o alívio de chegar a 45 pontos existe. 46 não cai, tenho certeza. 45 tenho dúvida. Vamos projetar Sul-Americana e depois quem sabe. Talvez um sonho maior contra o Cuiabá, mas vamos com os pés no chão, curtir cada momento. E hoje é dia curtir 45 pontos. Ninguém caiu com 45 na história, se não me engano, mas matematicamente não podemos comemorar", completou, sem lembrar que o Coritiba se livrou com 45 em 2009.







Compartilhe