MMA

VANDALISMO

Jon Jones sai às ruas de Albuquerque para conter atos de vandalismo

Campeão do UFC toma sprays das mãos de pichadores em protesto

postado em 02/06/2020 09:01

(Foto: Reprodução)
Em meio à onda de protestos que tomou conta dos Estados Unidos desde a morte de George Floyd, asfixiado por um policial em Minneapolis, no dia 25 de maio, Albuquerque, no Novo México, não ficou livre das manifestações. E assim como ocorre em outras cidades, entre os protestos há a presença de vândalos, depredando patrimônio e saqueando lojas. O campeão dos meio-pesados do UFC, Jon Jones, fez papel de ‘super-herói’ e foi às ruas ajudar a conter atos criminosos. 

Jon Jones, que reside em Albuquerque, não se conteve em ver a crescente ação de vândalos que se misturam a manifestantes durante os protestos e promovem destruição na cidade. O campeão do UFC saiu às ruas para tentar impedir a ação de pessoas com a intenção de causar danos ao patrimônio público. 

Em vídeo postado no Instagram, Jon Jones aparece tentando tomar sprays de pichadores nas ruas. Em declaração ao canal KRQE, o campeão do UFC pediu para que os manifestantes não saíssem mais de casa. Ele incitou as pessoas a interromper os atos de vandalismo e depredação da cidade. 

“Nós vivemos aqui, todos moramos aqui e exatamente isso o que não faz sentido. Nós moramos aqui e temos de comer nesses mesmos restaurantes, precisamos levar nossos filhos para passear e não podemos ver gestos e palavras inapropriados escritos em todas as paredes”, afirmou Bones, se referindo aos pichadores com sprays. 



No comentário ao lado do vídeo postado no Instagram, Jon Jones condenou a ação de destruição e se mostrou solidário com os manifestantes que protestam sem violência ou vandalismo. “Por que vocês adolescentes estão destruindo nossas cidades? Como um jovem negro, acredite, também estou frustrado, mas não é desse jeito. Estamos começando a piorar uma situação que já é ruim. Se você realmente tem amor por sua cidade, proteja sua m***. Todos vocês mais velhos precisam falar, ligar para os jovens de suas famílias e pedir que voltem para casa”, escreveu.

Nos últimos dias, Jon Jones se envolveu em polêmica com o presidente do UFC, Dana White. O dirigente revelou que o lutador pediu uma quantia 'absurda' para enfrentar o camaronês Francis Ngannou no peso pesado (120kg). Bones respondeu afirmando que o mandatário mentiu, o que provocou novas reações, tanto do chefe da franquia como do atleta, que ameaçou até abdicar do cinturão.

Tags: campeão protestos vandalismo ruas pichadores Novo México Albuquerque bones UFC Jon Jones sprays George Floyd