Sport
1

SPORT

Sport confirma acordo com Rithely e volante será utilizado pelo clube em 2020

Jogador teve o salário reduzido para R$ 120 mil e terá os atrasados quitados à parte do vencimento mensal; duração do vínculo não foi alterada

postado em 06/01/2020 20:20 / atualizado em 06/01/2020 22:22

(Foto: Ricardo Fernandes/ DP Foto )
A noite foi de reviravoltas no Sport. Após o executivo de futebol, Lucas Drubscky, conceder entrevista coletiva no CT José de Andrade Médicis afirmando ser complexa a negociação envolvendo com Rithely, o volante de 28 anos teve a permanência assegurada na equipe rubro-negra para 2020 e se reapresenta no CT na manhã desta terça-feira. Via redes sociais, o clube confirmou o acordo de repactuação de dívidas e salários do jogador.

O contrato de Rithely, no entanto, não foi alterado e segue até 2022, conforme afirmado por Nelo Campos, diretor de futebol do Leão, ao Superesportes. Os vencimentos, no entanto, foram reduzidos. Antes, o volante recebia cerca de R$ 240 mil - acima do teto estabelecido pelo Leão para este ano - e neste retorno ao clube os novos valores foram mantidos em sigilo, mas conforme apurado pela reportagem, giram em torno de R$ 120 mil por mês.

Já os salários atrasados que o clube tem com o jogador serão divididos e pagos à parte, fora deste salário mensal. Importante ressaltar que o débito do Sport com os representantes do jogador pela aquisição de 50% dos direitos econômicos, em 2017, ainda serão negociados para ser pagos e, assim, não estão inclusos nesta conta - esta dívida girava em torno de R$ 7 milhões. Assim, vale lembrar, o Leão tem 100% do ‘passe’ do jogador, uma vez que os outros 50% foram comprados no momento da sua chegada, em 2011. 

Rithely vai para o seu oitavo ano defendendo o Leão da Ilha do Retiro. Contratado pelo clube após o Campeonato Pernambucano de 2011, por indicação do técnico Hélio dos Anjos, o volante tem no histórico pelo clube dois acessos à Série A (2011 e 2013) e cinco participações na elite (2012, 2014, 2015, 2016 e 2017), até ser negociado via empréstimo duas vezes para o Internacional - em ambas, aliás, o Leão seguiu arcando com 40% do salário. No total, pelo Sport, Rithely tem 356 partidas realizadas - o 5º que mais vezes vestiu a camisa rubro-negra na história, segundo levantamento do jornalista Cassio Zirpoli - e 29 gols marcados. De títulos, o jogador tem os estaduais de 2014 e 2017, além da Copa do Nordeste de 2014. 

“O acordo foi muito bom. Ele abriu mão de estender a dívida. E para o Sport um ganho técnico muito grande e para ele é a oportunidade de voltar ao clube que o projetou ao futebol nacional. Foi bom para todo mundo”, comemorou Nelo.

Desafios
O retorno de Rithely para o Sport será marcado por desafios para o volante. O primeiro, individual. Isso porque, por conta de uma lesão no tornozelo esquerdo em abril de 2018, o volante ficou cerca de cinco meses parado, o que impediu que tivesse sequência no Colorado. Pelo clube gaúcho, em um ano e oito meses, realizou apenas 16 partidas e não marcou nenhum gol.

O segundo desafio é coletivo. Nesta volta, encontra um cenário diferente no Sport - sem medalhões como Magrão, Durval, Anselmo, Diego Souza e André - e com mais apostas jogadores tido como apostas, podendo tornar-se a referência técnica e de liderança (pela identificação) do elenco.