UAI

2

Time feminino do Galo homenageia menina morta e protesta contra violência

Antes do jogo contra Ferrovíaria, pelo Brasileiro A1, as Vingadoras fizeram ato simbólico, com as mãos atadas, após brutal assassinato

03/08/2022 20:46
compartilhe
Jogadoras do Atlético fazem ato de protesto após morte de garota
foto: Reprodução/galotv

Jogadoras do Atlético fazem ato de protesto após morte de garota


Antes do jogo contra a Ferroviária, na Fonte Luminosa, no interior paulista, pela 14ª rodada do Campeonato Brasileiro Feminino Série A1, as jogadoras do Atlético se mobilizaram em um ato contra a violência. Já no gramado, ao aguardo do apito inicial, as atletas fizeram protesto contra o brutal assassinato de Bárbara Vitória, de 10 anos, encontrada morta em um campo de futebol em Ribeirão das Neves, na Grande BH.

As jogadoras do Galo ficaram imóveis no gramado, com as mãos fechadas, como se estivessem atadas. Foi uma forma de protesto contra a violência que assombra a sociedade em todas as camadas e idades. "Nossa luta é para que as mulheres nunca mais estejam de mãos atadas diante de todo tipo de violência", publicou o clube no Twitter.



Bárbara Vitória era torcedora declarada do Atlético. Ela foi encontrada morta em um campo de futebol, na manhã dessa terça-feira (2), com sinais de violência e sem parte das roupas. A menina estava com a camisa do Galo, seu clube de coração e de toda a família. 

O Atlético decretou luto oficial pela morte da menina. O presidente Sérgio Coelho foi ao sepultamento de Bárbara, no Cemitério Bosque da Esperança, em BH, e entregou aos pais da garota uma bandeira do clube. 

Compartilhe