América: Lisca almeja fim da 'freguesia' contra o Atlético para ser campeão

Treinador não conseguiu vencer o Galo no comando do Coelho

10/05/2021 15:28 / atualizado em 10/05/2021 16:19
compartilhe
América de Lisca tem colhido resultados ruins contra o Atlético
foto: Alexandre Guzanshe/EM/D. A Press

América de Lisca tem colhido resultados ruins contra o Atlético

O técnico Lisca, do América, voltou a elogiar o Atlético e projetou os confrontos válidos pela final do Campeonato Mineiro, nos próximos dias 16 e 23 de maio. Para ser campeão estadual pela primeira vez na carreira, o gaúcho precisará pôr fim à ‘freguesia’ diante do rival alvinegro, já que nunca venceu o Galo no comando do Coelho.

Desde que assumiu o América, Lisca fez quatro jogos contra o Atlético. No primeiro deles, pela fase classificatória do Mineiro de 2020, houve empate em 1 a 1. Nas semifinais daquela edição, o Coelho foi superado nos dois jogos (2 a 1 e 3 a 0). Mais recentemente, na primeira fase do atual Estadual, o time alviverde foi novamente batido pelo Galo por 3 a 1.

Em entrevista à Rádio Grenal, o treinador gaúcho elogiou o rival e frisou que superá-lo é um de seus desafios no comando do América.

“Principalmente, o time do Atlético (o fator mais ‘perigoso’ na decisão). O trabalho que vem sendo desenvolvido desde o ano passado. O Cuca chegou e deu sequência, acrescentando também a maneira dele. Ele já tinha feito isso no Santos, com o Sampaoli, após a saída, e a gente viu o que aconteceu (atingiu a final da Libertadores). O Atlético tem um investimento enorme. Tem um grupo muito qualificado, jogadores que têm um bom entrosamento, jogo coletivo muito forte. Um dos desafios nossos aqui no América, nesses 16 meses que estou aqui, é superar o Atlético. Até agora, a gente não conseguiu. No ano passado, a gente empatou no jogo da fase classificatória, depois perdemos na semifinal os dois jogos. Esse ano, na fase classificatória, perdemos também. É um clube que chega, se não me engano, à 17ª final seguida (na verdade, 15ª)”, disse Lisca.

América x Cruzeiro: fotos da semifinal do Mineiro

O treinador do América mencionou o fato de o Atlético só ter disputado duas partidas fora de Belo Horizonte como uma ‘vantagem’ para a equipe de Cuca na decisão. Na visão de Lisca, o desgaste pela menor quantidade de viagens é reduzido.

“Tem uma situação aqui que o Atlético jogou só duas vezes fora de casa, em 11 rodadas. É uma coisa que acontece só no futebol mineiro. A inversão de mando o tempo todo. Primeiro, pela pandemia. Agora, na semifinal, só para ter uma ideia, o Atlético jogou os dois jogos contra o Tombense aqui, na capital. Não foi até Tombos. Também tem uma vantagem de menos desgaste, apesar de estar na Libertadores, mas é um time muito qualificado. Um treinador muito experiente. É uma final bem difícil, mas nós estamos evoluindo. Passo a passo. Ano passado, não chegamos na final, perdemos na semi. Esse ano, chegamos jogando bem. Com variações, com o clube crescendo”, completou.

Lisca precisa reverter retrospecto ruim contra o Atlético na final do Campeonato Mineiro
foto: Ramon Lisboa/EM/D.A Press

Lisca precisa reverter retrospecto ruim contra o Atlético na final do Campeonato Mineiro



Por fim, Lisca fez uma brincadeira com os jornalistas da Rádio Grenal e cobrou que torçam por ele na final do Campeonato Mineiro. O treinador falou sobre o histórico vencedor de Cuca e fez uma brincadeira com a própria carreira.

“Eles têm a vantagem. Está complicado, está complicado. Me dá uma moral (torça por mim). O Cuca já tem um monte de título, eu sou vice para lá, vice para cá”, finalizou.

Classificado à final do Campeonato Mineiro, o América enfrentará o Atlético nos dias 16 e 23 de maio, em Belo Horizonte. A primeira partida, no próximo domingo, às 16h, será realizada no Independência. A volta, no Mineirão. Por ter tido a melhor campanha da primeira fase, o Galo terá vantagem sobre o Coelho e jogará por dois empates ou uma vitória e uma derrota pela mesma diferença de gols.

Memes da eliminação do Cruzeiro e da classificação do América

 

Compartilhe