UAI


Alê pede apoio em retorno da torcida do América por vaga na Sul-Americana

Coelho se prepara para voltar a receber torcedores no Independência, em Belo Horizonte; antes disso, porém, enfrentará o Cuiabá na Arena Pantanal

29/09/2021 14:30 / atualizado em 29/09/2021 15:26
compartilhe
Alê quer torcida do América em sintonia com o time para impulsionar briga por vaga na Copa Sul-Americana
foto: Divulgação/América

Alê quer torcida do América em sintonia com o time para impulsionar briga por vaga na Copa Sul-Americana


O discurso interno no América é unânime: elenco e comissão técnica almejam não somente a permanência na Série A do Campeonato Brasileiro, como a conquista de uma vaga na Copa Sul-Americana de 2022. Para isso, o meia Alê pediu apoio da torcida do Coelho, que deve retornar ao Independência no dia 6 de outubro, em duelo diante do Palmeiras.



Fotos do treino do América no CT Lanna Drumond nesta quarta (29/9)



Em entrevista concedida nesta quarta-feira (29), no CT Lanna Drumond, em Belo Horizonte, Alê revelou ansiedade pelo reencontro com os torcedores do América. 'Toda equipe precisa do seu torcedor perto', afirmou.

"Um pouco ansioso, na verdade. A gente está esperando isso há muito tempo: jogar perto do nosso torcedor. Infelizmente, não teremos ainda a liberação total para que todos venham nos apoiar, então, espero que aqueles que possam vir nos ajudem muito, porque toda equipe precisa do seu torcedor perto. Apoiando para nos estimular cada vez mais a chegar na Sul-Americana, que a gente tanto sonha", disse.

O meia de 31 anos também falou sobre a sensação de marcar seu primeiro gol na Série A. Diante do Flamengo, aos 50min da segunda etapa, Alê subiu e cabeceou bonito na área, após cruzamento de Lucas Kal, para garantir o empate em 1 a 1 com o Flamengo - atual 4° colocado do Brasileirão.

"Foi bem diferente. Estava buscando esse gol, já estava tendo várias oportunidades. Para mim, foi bem marcante marcar da forma que foi, no último minuto, conseguindo um ponto para o América. Principalmente, por ser contra uma camisa de tanto peso quanto à do Flamengo - talvez, hoje, o melhor time do nosso país. Foi um turbilhão de emoções", destacou.


Balanço da temporada e próximo jogo


Por fim, Alê avaliou a campanha do América, até então, no Campeonato Brasileiro. O Coelho é o 15° colocado na tabela, com 24 pontos - cinco vitórias, nove empates e oito derrotas.

"Não está ainda da forma que a gente queria. Acho que o nosso início atrapalhou um pouco nosso planejamento inicial. A gente vem conversando internamente que, nessa rodada do turno passado, a gente ainda não tinha pontuado. Então, ter virado o turno pontuando contra quatro potências do futebol nacional (Athletico-PR, Corinthians, São Paulo e Flamengo) é super importante para a gente alcançar aquilo que a gente quer", avaliou.

O meia também projetou o próximo duelo do América na competição. Às 17h do sábado (2), o time de Vagner Mancini visitará o Cuiabá, 10° colocado, na Arena Pantanal, no Mato Grosso. Alê vê missão dura para o Coelho no embate.

"Muito difícil por todos esses aspectos: pela qualidade do adversário, que vem numa crescente no campeonato também, vem de bons jogos; Cuiabá é uma cidade muito quente, o tempo é muito seco. Isso também vai ser uma dificuldade para nós, mas se a gente quer alcançar os nossos objetivos, temos que passar por cima de tudo isso", garantiu.


Compartilhe