UAI

2

América abre temporada diante da Caldense pelo Campeonato Mineiro

Após 'bater na trave' em 2021, Coelho quer voltar a conquistar o Estadual após seis anos

25/01/2022 06:00 / atualizado em 24/01/2022 22:09
compartilhe
América trabalhou forte durante a pré-temporada no CT Lanna Drumond, em Belo Horizonte
foto: João Zebral/América

América trabalhou forte durante a pré-temporada no CT Lanna Drumond, em Belo Horizonte

 
O América abrirá a temporada 2022 com o primeiro jogo do Campeonato Mineiro, diante da Caldense, às 21h desta terça-feira (25). O confronto, válido pela 1ª rodada do Estadual, será realizado no Estádio Ronaldão, em Poços de Caldas. Neste início de competição o Coelho utilizará jogadores das categorias de base e outros atletas com menor minutagem em 2021. O comandante será o auxiliar-técnico Diogo Giacomini.
 
 
 
O clube alviverde iniciou sua pré-temporada em 27 de dezembro, com atletas das categorias de base e jogadores que tiveram menos oportunidades na Série A. Em 10 de janeiro deste ano, o grupo principal se reapresentou no CT Lanna Drumond e deu continuidade aos trabalhos de preparação física.
 
Depois de fazer história na Série A do Brasileiro de 2021 ao conquistar, pela primeira vez, a permanência na elite e vaga para a Copa Libertadores, o América inicia a temporada 2022 com as atenções voltadas para o Campeonato Mineiro. Vice-campeão da edição passada, o Coelho vislumbra seu 17º título do Estadual. Para isso, o clube foi ao mercado buscar jogadores que se destacaram em seus clubes no ano passado.
 

Fotos do treino do América nesta segunda-feira (24/01)

 
Em entrevista ao Superesportes, o presidente Alencar da Silveira Júnior afirmou que o foco do América é o título, já que a conquista servirá para motivar os jogadores nas demais competições. Ele diz que a perda da taça para o Atlético, após os dois empates por 0 a 0 na decisão na edição passada, ainda está 'engasgada'. 
 
"A meta do América neste ano no Mineiro é buscar o resultado. No ano passado, tivemos uma decisão que ficou engasgada um pouquinho. O torcedor americano não ficou satisfeito e nem nós. Então, neste ano voltamos para fazer um campeonato bom. O Estadual tem um valor muito grande para a arrancada de cada clube na temporada, e o América sempre o levou com muita seriedade: somos decacampeões", destacou. 
 
"Temos duas competições no meio do Mineiro, sendo uma delas a pré-Libertadores, mas, sem dúvida, vamos respeitar o Mineiro sabendo da importância que ele tem para os clubes do interior e seus torcedores. Vamos entrar para sermos campeões, quero ser campeão neste ano. Além disso, vamos preparar nosso time para as demais competições da temporada", completou Alencar.
 
 
 
Sob o comando do técnico Marquinhos Santos desde outubro de 2021, o Coelho vem respaldado pelo excelente desempenho na temporada passada. Com sua melhor classificação no Brasileiro (oitavo, com 53 pontos) e classificado para sua primeira competição internacional, o América é um dos favoritos ao título mineiro. 
 
A competição também traz um estímulo a mais para Marquinhos: o Mineiro pode se tornar a quarta conquista estadual do treinador de 42 anos. Ele faturou o Campeonato Paranaense com o Coritiba (2013), o Baiano com o Bahia (2014) e o Cearense com o Fortaleza (2016). Além disso, venceu uma Copa Verde com o Paysandu. 
 

Contratações do América para a temporada de 2022

 
 

Campanha de 2021

 
Ainda com o técnico Lisca à beira do gramado, o América teve um bom desempenho na primeira fase do Estadual de 2021. Com sete vitórias, um empate e três derrotas, o time se classificou na segunda colocação, com 22 pontos, atrás apenas do líder Atlético, com 27. Também teve o segundo melhor ataque e a terceira melhor defesa (17 gols marcados e nove sofridos). 
 
Nas semifinais, o Coelho bateu o Cruzeiro duas vezes. No jogo de ida, no Mineirão, Rafael Sobis abriu o placar para a Raposa no primeiro tempo, mas a dupla Alê e Ademir comandou a reação americana (2 a 1). Na partida de volta, no Independência, novo triunfo - desta vez por 3 a 1. Rodolfo (duas vezes) e Ramon fizeram os gols do América, e Matheus Barbosa o do time celeste. 
 
Na final, América e Atlético empataram por 0 a 0 nos dois encontros. Se o primeiro duelo não teve grandes emoções, o segundo foi 'recheado'. O atacante Rodolfo desperdiçou uma penalidade e Eduardo Bauermann reclamou muito de um possível pênalti já nos acréscimos do segundo tempo - o zagueiro teria sido empurrado por Igor Rabello dentro da área. Vale lembrar que uma vitória simples teria dado o título ao América.
 
 
 

Elenco do América para a temporada 2022

 
Goleiros: Airton, Jailson, Jori, Matheus Cavichioli e Robson
Laterais: Arthur, Carlos Junio, Eduardo, João Paulo, Marlon, Patric e Raúl Cáceres
Zagueiros: Gabriel Gomes, Germán Conti, Gustavo Marques, Éder, Iago Maidana e Lucas Kal
Volantes: Flávio, Juninho, Juninho Valoura e Zé Ricardo
Meias: Adyson, Alê, Gustavo, Índio Ramírez e Rodriguinho
Atacantes: Berrío, Carlos Alberto, Everaldo, Felipe Azevedo, Henrique Almeida, Kawê, Léo Passos, Rodolfo, Wellington Paulista e Yan Sasse
 

Momento do rival

 
Mesmo com baixo investimento financeiro para a disputa do Campeonato Mineiro de 2022, a Caldense promete ser muito competitiva. O objetivo é fazer uma campanha digna, suficiente para classificar novamente a equipe para a Série D do Campeonato Brasileiro. Para isso, a Veterana precisa se credenciar ao Troféu Inconfidência, que é disputado entre os times que terminam a primeira fase do Estadual na 5ª, 6ª, 7ª e 8ª colocações.
 
O Mineiro de 2021 foi decepcionante para a Caldense. Após figurar no G4 por várias rodadas, a equipe de Poços de Caldas terminou a primeira etapa na sétima posição. Em 11 partidas, somou 15 pontos - foram quatro vitórias, três empates e quatro derrotas (45,45% de aproveitamento). A pontuação não foi suficiente para colocar a Veterana na briga pelas vagas da fase final, mas a levou à disputa do Troféu Inconfidência.
 

Quem não permanece no América em 2022

 
 

Nesse torneio, o clube do Sul de Minas decepcionou novamente: foi eliminado pelo Pouso Alegre logo no primeiro jogo. Após o empate por 0 a 0 no tempo normal, no estádio Manduzão, em Pouso Alegre, a classificação para a final foi resolvida nos pênaltis, e o Pousão venceu por 6 a 5.

 

Para não repetir os erros, a Caldense trabalha com os pés no chão e reconhece as dificuldades que terá. Os recursos financeiros limitados devem ser a principal delas. Como primeiro passo, a diretoria do clube entendeu que seria necessária uma mudança no comando técnico da equipe. Assim, o técnico Marcus Paulo Grippi deu lugar a Gian Rodrigues, que terá a segunda passagem pela Veterana.
 
Dentro de campo, a reformulação foi ainda maior. Dos 35 jogadores que disputaram o Mineiro em 2021, apenas cinco permaneceram: os goleiros João Altizani, Iago Rodrigo; os zagueiros Jonathan Costa e Lucas Mufalo; além do volante Franklin.

Ficha técnica

 

Caldense

Renan Rinaldi; Yuri Ferraz (Michael), João Victor (lucas Mufalo), Jonathan Costa e Mateus Muller; Guilherme Borges, Paulo Vitor (Flanklin), Igor Pimenta (Neto Costa); Kaíque (Douglas Skilo) e Gabriel Braga.
Técnico: Gian Rodrigues

América


Jori; Arthur, Gustavo Marques, Lucas Kal e Carlos Junio; Flávio, Juninho Valoura e Gustavo; Kawê, Carlos Alberto e Léo Passos (Yan Sasse).
Técnico: Diogo Giacomini (auxiliar fixo)
 
Motivo: 1ª rodada do Campeonato Mineiro
Data e horário: terça-feira, 25 de janeiro, às 21h
Local: Estádio Ronaldão, em Poços de Caldas
Árbitro: Marco Aurélio Augusto Fazekas Ferreira
Assistentes: Frederico Soares Vilarinho e Rodney Faria Lima
Transmissão: Premiere

Compartilhe