UAI

2

América supera retranca do Democrata-GV e vence a primeira no Mineiro

Coelho soube se impor no Independência e conquistou os primeiro pontos na competição

30/01/2022 20:53
compartilhe
Wellington Paulista comemora primeiro gol do América em vitória por 2 a 0 sobre o Democrata-GV
foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A Press

Wellington Paulista comemora primeiro gol do América em vitória por 2 a 0 sobre o Democrata-GV

O América conseguiu sua primeira vitória no Campeonato Mineiro. Apontado como um dos candidatos ao título do Estadual, o Coelho, que foi batido pela Caldense na estreia, soube se impor sobre o Democrata-GV no Independência e bateu o rival por 2 a 0 em duelo válido pela 2ª rodada da competição. Wellington Paulista brilhou em sua estreia pelo clube, marcando o primeiro gol e dando assistência para Felipe Azevedo completar o placar.

Com o resultado, o América chega a 4ª colocação na tabela, com três pontos - mesma pontuação de Uberlândia e Athletic, mas saldo de um gol positivo contra zero dos rivais. O Democrata-GV, por sua vez, segue em busca do primeiro triunfo. Depois do empate na estreia e com a derrota para o Coelho, a Pantera fica na 10ª posição, com um ponto - mesma soma do 9º colocado, Patrocinense, e do 11º, Tombense.

Na próxima rodada, o América visita o Cruzeiro. O clássico está marcado para às 21h30 de quarta-feira, no Mineirão, em Belo Horizonte. Já o Democrata-GV enfrenta o Villa Nova, no mesmo dia, às 20h30, no Castor Cifuentes, em Nova Lima.

América x Democrata-GV: fotos da partida no Independência


O jogo - América e Democrata-GV fizeram um confronto de extremos. O Coelho, apontado como um dos candidatos ao título do Campeonato Mineiro, buscava se afirmar na competição já que foi derrotado pela Caldense na estreia. Já a Pantera, que empatou com o Patrocinense na primeira rodada, tenta se manter na elite estadual e entrou em campo no Independência para segurar o time alviverde e tentar marcar em contra-ataques.

O América dominou praticamente todo o primeiro tempo, com cerca de 70% da posse de bola e tentando impor seu jogo sobre um adversário recuado. Com maior volume de jogo e atuando basicamente da intermediária ofensiva para frente, o América alterou sua configuração em campo. O volante Zé Ricardo ficava como último homem, um líbero na defesa, com os zagueiros Éder e Iago Maidana saindo pelos lados.

O Democrata-GV teve uma estrutura defensiva bem montada pelo técnico Paulo Schardong. O América tentava infiltrar com passes curtos, mas não encontrava muitos espaços. Pelo contrário, dava chances ao rival para contra-atacar em lançamentos longos. Assim, Bidick conseguiu a primeira chance clara do jogo, aos 15 minutos, ganhando a dividida com o goleiro Jori, mas tocando para fora com o gol aberto.

O América seguiu pressionando e teve boas chances com Éder, aos 25, mandando de cabeça para fora, e com Patric, aos 42, que tirou dois defensores no drible e bateu de canhota para ótima defesa de Lucão. O Democrata-GV perdeu grande oportunidade com Pedrinho, aos 38, livre na área, e batendo direto para fora.

A estratégia do Coelho deu resultado já no fim do primeiro tempo. Aos 44, Rodriguinho recebeu na intermediária e deu lindo passe por cobertura para infiltração de Juninho. O capitão americano só escorou de cabeça para o centro da área e encontrou Wellington Paulista, oportunista, para, também de cabeça, completar para as redes. 1 a 0.

Buscando o empate, o Democrata-GV precisava alterar seu esquema e a mudança deu certo já nos minutos iniciais da segunda etapa, assustando o América. Matheuszinho lançou para Bidick, que se desgarrou livre da linha de defesa americana e saiu cara a cara com Jori, que fechou bem o ângulo de finalização e conseguiu defender o chute do rival.

Com os papéis invertidos, o América soube aproveitar os espaços cedidos pelo Democrata-GV. No contra-ataque, Juninho abriu bom passe para Wellington Paulista, que escapou pela ponta direita e deu lindo cruzamento para Felipe Azevedo ganhar da marcação na corrida e, de cabeça, ampliar o placar no Horto. 2 a 0.

Depois do segundo gol, o técnico Marquinhos Santos fez mudanças no time, descansando alguns e dando ritmo a outros, o que ocasionou uma queda no entrosamento e no ritmo de jogo. Do outro lado, Paulo Schardong também trocou peças, buscando aproveitar as alterações dos donos da casa e a diminuição da amplitude americana.

O fim do jogo foi controlado pelo América, que ainda teve duas boas chances de ampliar o placar. Gustavinho, aos 33, saiu cara a cara com Lucão e bateu em cima do goleiro. Aos 44, ele também não aproveitou quando chegou livre pela direita, já dentro da área e bateu na rede pelo lado de fora. Antes, Patric, aos 38, também havia perdido da mesma forma. Fim de jogo, vitória do Coelho por 2 a 0.

AMÉRICA 2 x 0 DEMOCRATA-GV
 
América
Jori; Patric, Maidana, Éder e João Paulo (Arthur); Zé Ricardo, Juninho e Rodriguinho (Alê); Felipe Azevedo (Adyson), Carlos Alberto (Henrique Almeida) e Wellington Paulista (Gustavinho)
Técnico: Marquinhos Santos
 
Democrata-GV
Lucão, Mateus Pivô (Thomas), Rafael Caldeira, Gabriel Marques e Carioca; Weslley, Galhardo, Marcelinho (Filipe Carvalho) e Matheuszinho (Yan); Bidick (Alan) e Pedrinho (Chico)
Técnico: Paulo Schardong

Gols: Wellington Paulista, aos 44 minutos do 1ºT, e Felipe Azevedo, aos 19 minutos do 2ºT (América)
 
Motivo: 2ª rodada do Campeonato Mineiro
Data e horário: domingo, 30 de janeiro, às 19h
Local: Estádio Independência, em Belo Horizonte

Árbitro: Antonio Márcio Teixeira da Silva
Assistentes: Magno Arantes Lira e Pablo Almeida da Costa

Compartilhe