UAI

2

Adversário do América, Independiente del Valle vive ascensão no Equador

Figura frequente nas últimas edições da Copa Libertadores da América, Independiente del Valle conquistou o Campeonato Equatoriano pela 1ª vez em dezembro

05/04/2022 06:00
compartilhe
Independiente del Valle conquistou o Campeonato Equatoriano pela primeira vez em 2021
foto: Divulgação/Independiente del Valle

Independiente del Valle conquistou o Campeonato Equatoriano pela primeira vez em 2021


Adversário do América na Copa Libertadores, o Independiente del Valle vive momento de grande ascensão no Equador. Figura frequente nas últimas edições do principal torneio continental, o "Negriazul" conquistou o Campeonato Equatoriano pela primeira vez em 2021, após várias temporadas "batendo na trave".
 
 

Em âmbito internacional, o Independiente del Valle construiu boa reputação nos últimos anos. Contando com a atual, o clube equatoriano participou de oito das últimas nove edições da Copa Libertadores da América - sagrando-se, inclusive, vice-campeão em 2016. Na trajetória, o Negriazul deixou os gigantes River Plate e Boca Juniors, da Argentina, pelo caminho.

Na única temporada recente em que ficou de fora da Libertadores, o del Valle conquistou seu primeiro título de expressão: a Copa Sul-Americana de 2019. Em final única, a equipe equatoriana bateu o Colón, da Argentina, por 3 a 1, com muita autoridade.

Apesar da crescente afirmação no cenário da América do Sul, o Independiente del Valle ainda precisava confirmar seu status de força nacionalmente. Em 13 de dezembro de 2021, essa conquista veio: após vitória por 3 a 1 no jogo de ida e empate em 1 a 1 no jogo de volta, o Negriazul sagrou-se campeão equatoriano pela primeira vez, diante do tradicional Emelec.
 
 

Com ideias modernas de jogo, o del Valle pratica, há alguns anos, o Jogo de Posição - filosofia guardiolista em voga e implementada pelo argentino Jorge Sampaoli no Atlético em 2020, por exemplo. No início de 2021, o clube equatoriano perdeu o espanhol Miguel Ángel Ramírez para o Internacional. Para a vaga, houve a contratação do português Renato Paiva, que passou vários anos nas categorias de base do Benfica, de Portugal.

O título do Campeonato Equatoriano por parte do Independiente foi o primeiro de um clube sediado na Região Metropolitana de Quito. A ascensão do "Negriazul" passa muito pelo investimento na base e por critérios qualificados na prospecção de novos jogadores. Com ânimos renovados pela conquista nacional, o del Valle promete dar trabalho a América e Atlético na Copa Libertadores.

Compartilhe