UAI

2

Presidente do Atlético-GO reclama de pênalti não marcado contra o Atlético

Adson Batista pediu isenção da comissão de arbitragem da CBF; clube goiano reclama de lance envolvendo o zagueiro Junior Alonso

15/05/2022 13:45
compartilhe
Durante o jogo, bola bateu no braço de Alonso; Dragão reclamou muito
foto: Pedro Souza/Atlético

Durante o jogo, bola bateu no braço de Alonso; Dragão reclamou muito

O presidente do Atlético-GO, Adson Batista se manifestou em suas redes sociais e contestou um possível pênalti não marcado a favor da equipe goiana, na derrota contra o Atlético, por 2 a 0, neste sábado.



"Por critérios iguais para todos os lados", reforçou o clube em suas redes sociais.

No lance, o atacante Wellington Rato disputou com o zagueiro Junior Alonso dentro da área, e a bola encostou na mão do defensor paraguaio. No momento, o Galo vencia por 1 a 0.

O árbitro do confronto, Anderson Daronco deixou a jogada seguir, e o árbitro de vídeo (VAR), chefiado por Daniel Nobre Bins, não recomendou a revisão.

A derrota manteve o Dragão na zona de rebaixamento da competição, com apenas três pontos. O revés ainda culminou na demissão do técnico Umberto Louzer, que comandou o time em seis partidas do Brasileirão, tendo três empates e três derrotas.

Em busca de seu primeiro triunfo, o Atlético-GO recebe o Coritiba na próxima rodada. O jogo acontece no próximo sábado, às 16h30 (de Brasília).

Atlético 2 x 0 Atlético-GO: fotos do jogo pelo Campeonato Brasileiro


Compartilhe