Cruzeiro

SÉRIE B

Série B: Cruzeiro recebe Oeste para afastar de vez risco de rebaixamento

Duelo está marcado para as 21h30 desta quarta-feira, no Independência

postado em 13/01/2021 06:00 / atualizado em 13/01/2021 09:22

(Foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro)
O Cruzeiro entra em campo nesta quarta-feira, às 21h30, diante do Oeste, para confirmar pelo menos a permanência na Série B do Campeonato Brasileiro. Se vencer o compromisso pela 33ª rodada, no Independência, o time celeste afastará de vez qualquer chance de rebaixamento.

Embora o departamento de matemática da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) aponte a necessidade de 50 pontos para que um clube não seja rebaixado, a conquista de 47 nesta edição da Série B deverá bastar para a permanência. Atualmente, o Cruzeiro é o 13º, com 44 pontos - oito a mais que o Figueirense, que abre a zona de rebaixamento. O CSA, quarto colocado, soma 52.

Luiz Felipe Scolari tem uma série de problemas para escalar o time nesta quarta. Ele não poderá contar com o meia Giovanni e com o atacante William Pottker. Os dois foram expulsos pelo árbitro Paulo Henrique Schleich Vollkopf na vitória celeste por 1 a 0 sobre o Sampaio Corrêa, na última sexta-feira.

O volante Jadsom Silva também não ficará à disposição para o duelo desta quarta. Ele acionou o Cruzeiro na Justiça, já que o clube deve três meses e meio de salários, incluindo o 13º. 

Por outro lado, Felipão poderá contar com o retorno do zagueiro Manoel, que cumpriu suspensão e não atuou na vitória em São Luís. Ele deverá reassumir a condição de titular na zaga celeste ao lado de Ramon.

 

No meio-campo, o único jogador à disposição com as características de Giovanni é Claudinho. O jovem atleta, de 20 anos, contratado em julho pelo Cruzeiro, tem apenas um jogo como titular. Outra opção, essa mais provável, é que Felipão altere o esquema da equipe, utilizando três volantes (Jadson, Adriano e Filipe Machado).

Para a vaga de Pottker, Felipão tem o jovem Stênio, de 17 anos, que se recuperou de uma lesão no ombro esquerdo. A tendência é que ele seja o escolhido para formar o trio de frente com Airton e Rafael Sobis. Se o treinador optar por jogadores mais fixos, de área, as opções são Thiago, Sassá e Marcelo Moreno.

Em meio à reta final da Série B, os jogadores do Cruzeiro decidiram não se concentrar na Toca da Raposa II como forma de protesto pelos mais de três meses de salários atrasados. Eles se reapresentam no CT pela manhã, almoçam no início da tarde e descansam até o horário de saída para o Independência.



Oeste


Virtualmente rebaixado à Série C do Campeonato Brasileiro, o Oeste tenta lutar de cabeça erguida nas rodadas finais da Segunda Divisão. 

Para o duelo desta quarta, o técnico Roberto Cavalo não terá desfalques, uma vez que não perdeu nenhum atleta por lesão ou por suspensão automática.

Na lanterna da competição, a equipe do interior de São Paulo soma 23 pontos - 13 a menos que o Figueirense, que está na 17ª colocação.

CRUZEIRO X OESTE

Cruzeiro
Fábio; Cáceres, Manoel, Ramon e Matheus Pereira; Jadson, Adriano e Filipe Machado; Stênio (Marcelo Moreno), Airton e Rafael Sobis. Técnico: Luiz Felipe Scolari 

Oeste
Caíque França; Raí Ramos, Vitão, Maurício Barbosa e Rael; Lídio, Yuri e Caio; Pedrinho, Bruno Alves e Fábio. Técnico: Roberto Cavalo

Motivo: 33ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Local: Independência, em Belo Horizonte (MG)
Data e horário: 12 de janeiro de 2020 (quarta-feira), às 21h30
Árbitro: Gilberto Rodrigues Castro Junior (PE)
Assistentes: Clovis Amaral da Silva (PE) e Ricardo Bezerra Chianca (PE)

Tags: Cruzeiro serieb interiormg futnacional