Cruzeiro

CRUZEIRO

De volta ao Cruzeiro, Moreno diz que bola precisa chegar com mais qualidade

Atacante entrou no segundo tempo e teve poucas chances de gols

postado em 06/07/2021 21:42 / atualizado em 06/07/2021 23:23

(Foto: Ramon Lisboa/EM D.A Press)
De volta ao Cruzeiro depois de representar a Seleção da Bolívia na Copa América, o atacante Marcelo Moreno entrou em campo aos 15 minutos do segundo tempo da partida contra o Coritiba, nesta terça-feira, no Mineirão. O esforço e a movimentação do camisa 9 não foram suficientes para tirar o placar do 0 a 0 no compromisso pela 10ª rodada da Série B. Apesar da frustração com o empate, o jogador se mostrou contente por novamente defender a Raposa - a última aparição havia sido em 18 de abril, na derrota para o Pouso Alegre fora de casa, pela primeira fase do Campeonato Mineiro.


“Sempre é uma honra muito grande vestir a camisa do Cruzeiro. Estava esperando essa oportunidade novamente, e ela foi dada. Estou voltando da seleção e me recuperando de COVID. O professor me deu essa confiança, os companheiros também, então tenho que continuar aproveitando e trabalhando para poder conquistar os três pontos que o Cruzeiro precisa no momento”.

Marcelo Moreno pouco tocou na bola diante do Coxa. Segundo o SofaScore, foram apenas dois passes certos de um total de três, além de uma finalização para fora. O boliviano também não conseguiu ganhar nenhum duelo aéreo. Na opinião dele, a bola precisa chegar com um pouco mais de qualidade para que os jogadores de ataque tenham maior possibilidade de fazer os gols. 

“É muito difícil ter uma semana cheia para trabalhar com o novo treinador. Isso gera um pouquinho de instabilidade quando estamos tentando criar uma situação de jogo e formar uma tática para se defender. Com pouco tempo que estamos trabalhando com ele, o grupo está tentando pegar o mais rápido possível para fazer de uma melhor forma. Acho que essa bola precisa chegar com mais qualidade para os atacantes para conseguirmos fazer gols. Isso a gente sabe, o que nos resta é continuar acreditando que vamos sair dessa situação”.

O empate com o Coritiba fez o Cruzeiro alcançar 10 pontos, em 13º lugar na Série B. São duas vitórias, dois empates e quatro derrotas, com aproveitamento de 33,33%. Em meio à desconfiança dos torcedores quanto à possibilidade de o time sair da parte de baixo da classificação e brigar pelo acesso, Marcelo Moreno demonstrou otimismo para o confronto com o Botafogo, às 16h30 de sábado, no estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro.

“A confiança é plena na equipe, todo mundo é consciente e está tentando se entregar ao máximo dentro dos treinamentos e dos jogos. Infelizmente o resultado não está acompanhando, mas tenho certeza que as coisas vão evoluir e melhorar. Temos esses dias para trabalhar e focar no jogo contra o Botafogo”.

Há muito tempo Marcelo Moreno persegue o objetivo de recuperar a condição de maior artilheiro estrangeiro do Cruzeiro. Porém, desde o seu retorno à Toca, em fevereiro de 2020, ele contabilizou apenas quatro gols em 38 jogos e chegou a 49 no geral (131 jogos) - um a menos que o uruguaio Arrascaeta (50 em 188 partidas). Curiosamente, Moreno vem se dando bem na Seleção da Bolívia, pela qual é o melhor marcador das Eliminatórias Sul-Americanas para a Copa do Mundo de 2022, com seis gols.

Tags: atacante Cruzeiro serieb interiormg futnacional centroavante Marcelo Moreno