Cruzeiro bate Ponte na volta à Arena do Jacaré e sobe na tabela da Série B

Time celeste assumiu a 13ª posição na classificação do torneio nacional

11/09/2021 12:50 / atualizado em 11/09/2021 13:38
compartilhe
Bruno José comemora gol na vitória do Cruzeiro
foto: Alexandre Guzanshe/EM/D.A. Press

Bruno José comemora gol na vitória do Cruzeiro

Depois de dois empates consecutivos (CRB e Goiás), o Cruzeiro voltou a vencer na Série B do Campeonato Brasileiro. Com gol do atacante Bruno José, o time comandado por Vanderlei Luxemburgo bateu a Ponte Preta por 1 a 0 neste sábado, no retorno à Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, na Região Metropolitana de Belo Horizonte. 

Com o resultado, o Cruzeiro atinge 29 pontos e alcança a 13ª colocação da tabela, ultrapassando o Brusque. O time celeste também chega ao décimo jogo sem derrotas na Segunda Divisão - são seis empates e quatro vitórias.  

Na mesma Arena do Jacaré, o Cruzeiro volta a campo na próxima quinta-feira, quando enfrenta o Operário-PR, às 19h, pela 24ª rodada da Série B. A Ponte Preta, por sua vez, tem pela frente o clássico diante do Guarani, na sexta-feira, às 21h30, no Moisés Lucarelli, em Campinas-SP.


O jogo

Intenso, o Cruzeiro dominou a primeira metade do tempo inicial. Pelo menos em cinco oportunidades o time comandado pelo técnico Vanderlei Luxemburgo esteve perto de abrir o placar da Arena do Jacaré. Aos 5', Claudinho acertou a trave direita de Ivan, que precisou salvar aos 12', após grande jogada de Thiago.

Atacando pelos dois lados, o Cruzeiro ainda teve uma oportunidade aos 18', quando Matheus Pereira recebeu de Marcinho, mas teve a finalização cortada pela zaga da Ponte. De cabeça, aos 28', o zagueiro Eduardo Brock também obrigou o goleiro da Macaca a fazer outra intervenção importante.

Cruzeiro x Ponte Preta: fotos do jogo pela Série B

Sob sol muito forte e em gramado precário, o Cruzeiro caiu de produção drasticamente na segunda metade do primeiro tempo. Aos 32', aos 36' e aos 39', Moisés teve três boas chances de abrir o placar para os visitantes. Na última delas, Fábio fez grande defesa em Sete Lagoas.

Na volta do intervalo, Vanderlei Luxemburgo resolveu fazer logo três alterações. Marco Antônio, Giovanni e Bruno José entraram nas vagas de Rômulo, Marcinho e Claudinho. Mas foi a substituição de Marcelo Moreno por Thiago, aos 12', que mudou o panorama do jogo. 

O boliviano chamou a torcida para o jogo e deu gás ao Cruzeiro que, após sofrer alguma pressão no início da segunda etapa - inclusive com bola na trave de Fábio -, abriu o placar aos 17'. Bruno José aproveitou bate e rebate dentro da área e acertou o ângulo esquerdo do goleiro Ivan. 1 a 0. 

Na frente do placar, o Cruzeiro recuou e buscou reforçar a marcação para jogar no erro do adversário. Aos 37', Ednei apareceu na segunda trave, após falta cobrada por Marcelo Hermes, e acertou o travessão de Fábio. Os mineiros devolveram na mesma moeda: aos 44', Marco Antônio também acertou o travessão de Ivan. Ainda teve tempo para nova emoção: Camilo cobrou falta, Fábio espalmou e a bola tocou no travessão antes de sair pela linha de fundo. Após o sufoco, a Raposa pôde, enfim, comemorar os três pontos.

Torcida do Cruzeiro no retorno à Arena do Jacaré

  

CRUZEIRO 1X0 PONTE PRETA

CRUZEIRO
Fábio; Cáceres, Ramon, Eduardo Brock e Matheus Pereira; Adriano (Flávio), Rômulo (Marco Antônio) e Marcinho (Giovanni); Wellington Nem, Claudinho (Bruno José) e Thiago (Marcelo Moreno). Técnico: Vanderlei Luxemburgo

PONTE PRETA
Ivan, Felipe Albuquerque (Kevin), Ednei, Cleylton e Marcelo Hermes; André Luiz, Marcos Júnior (Yago) e Fessin (Camilo); Richard (Iago e depos Thalles), Moisés e João Veras. Técnico: Sandro Forner (Gilson Kleina suspenso)

Gol: Bruno José (aos 17'2ºT)
Cartões amarelos: Claudinho, Lucas França (Cruzeiro); Ivan (Ponte Preta)

Público pagante: 4.467
Renda: R$ 131.315,00

Motivo: 23ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro
Estádio: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas
Data e horário: 11 de setembro de 2021 (sábado), às 11h
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
Assistentes: Carlos Henrique Alves de Lima Filho e Gabriel Conti Viana (RJ)
VAR: Adriano Milczvski (PR)

Compartilhe