Cruzeiro enfrenta Operário e mira 'campanha 100%' com torcida na Série B

Raposa entra em campo nesta quinta-feira, às 19h, na Arena do Jacaré

16/09/2021 06:00 / atualizado em 16/09/2021 18:59
compartilhe
Cruzeiro está invicto sob o comando de Vanderlei Luxemburgo
foto: Bruno Haddad/Cruzeiro

Cruzeiro está invicto sob o comando de Vanderlei Luxemburgo

Em ascensão na Série B, o Cruzeiro tenta manter 100% de aproveitamento com a presença de sua torcida no confronto com o Operário, às 19h desta quinta-feira, na Arena do Jacaré, em Sete Lagoas, pela 24ª rodada. As equipes se encontram relativamente próximas na pontuação: os mineiros somam 29 e os paranaenses 33.

A partir do momento em que passou a contar com o apoio das arquibancadas, a Raposa se fortaleceu na competição. Na 20ª rodada, em 20 de agosto, o time bateu o Confiança por 1 a 0, no Mineirão, diante de 4.730 torcedores. Já no último sábado, pela 22ª rodada, foi a vez de superar a Ponte Preta, também por 1 a 0, na Arena do Jacaré, para um público de 4.467.

Nos últimos dias, 13 clubes da Série B tentaram barrar a presença de torcedores em partidas do Cruzeiro, porém o Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) indeferiu os pedidos e ainda concedeu o mesmo benefício a Goiás, Vila Nova-GO e Confiança, desde que respeitadas as medidas de cada estado ou município no enfrentamento à pandemia de COVID-19.

Em Sete Lagoas, a permissão atual é para 5.452 torcedores - ou seja, 30% da capacidade total de 18.184. Porém, para compromissos futuros do Cruzeiro na Arena do Jacaré, o Comitê Local de Enfrentamento da COVID-19 concordou em aumentar para 40%, possibilitando a presença de mais de 7.200 espectadores. A medida provavelmente será aplicada no duelo contra o CSA, dia 26 de setembro (domingo), às 16h - desde que o clube retire o evento do Mineirão.

Os atletas celestes comentaram a importância do público para a parte motivacional. “A gente viu (a diferença) nos últimos jogos com torcida, a gente sentiu dentro de campo que seria diferente também, o apoio da torcida, o calor, isso motiva a gente muito mais dentro de campo”, disse o volante Adriano. “Foi nítida a diferença que eles fizeram para nós. Ter a presença deles é muito bom. Eu já vivi isso de estar na torcida pelo Cruzeiro, e sei da diferença que faz”, ressaltou o meia Marco Antônio.

Quando jogou de cadeiras vazias em Mineirão e Independência, o Cruzeiro só conseguiu superar o Vasco, pela sexta rodada (2 a 1), além de empatar seis vezes - Goiás (1 a 1), Guarani (3 a 3), Coritiba (0 a 0), Londrina (2 a 2), Vitória (2 a 2) e Sampaio Corrêa (1 a 1) - e perder duas - CRB (4 a 3) e Avaí (3 a 0).

Protocolos


Torcedores que já foram vacinados com duas doses (ou uma dose única, no caso da vacina Janssen) poderão acessar a Arena do Jacaré sem a necessidade de realização do teste para COVID-19. Será exigido no estádio o comprovante de vacinação.

Os cruzeirenses que ainda estão com a vacinação incompleta precisam fazer o teste (antígeno ou PCR) e apresentá-lo impresso no acesso ao estádio. O exame tem quer ser realizado no máximo 72h antes da data do jogo.

A prefeitura de Sete Lagoas liberou a venda de cerveja dentro do estádio até o fim do intervalo do primeiro para o segundo tempo. De acordo com a administração local, “todas as regras da Vigilância Sanitária já foram apresentadas ao Cruzeiro, inclusive com apontamento de correções quanto aos bares, tendo em vista a partida contra a Ponte Preta realizada no último sábado, 11 de setembro”.

Times


Invicto desde que chegou à Toca - quatro vitórias e quatro empates -, o técnico Vanderlei Luxemburgo pode fazer modificações na formação em relação à vitória em cima da Ponte Preta. É que a equipe intensificou a produtividade com as substituições feitas no intervalo e no decorrer do segundo tempo: entradas de Bruno José, Marco Antônio, Giovanni e Marcelo Moreno. Ao menos três desses jogadores devem ser titulares.

Já o Operário, do técnico Matheus Costa, ganhou o retorno do lateral-direito Alex Silva e do atacante Felipe Garcia. O principal nome do ataque do Fantasma é Paulo Sérgio, autor de um belo gol de bicicleta na vitória por 2 a 1 sobre a Raposa, pela quinta rodada. “Devemos ter bastante concentração, sabemos que jogos assim são definidos em detalhes. A gente tem um grande desafio pela frente e vai lá para trazer os três pontos”, frisou o jogador.

CRUZEIRO X OPERÁRIO


CRUZEIRO
Fábio; Cáceres, Ramon, Eduardo Brock e Matheus Pereira; Adriano, Rômulo (Flávio) e Wellington Nem; Claudinho (Giovanni), Bruno José e Marcelo Moreno
Técnico: Vanderlei Luxemburgo

OPERÁRIO
Simão; Fábio Alemão, Reniê, Rodolfo Filemon (Alex Silva) e Fabiano; Leandro Vilela, Marcelo Santos e Marcelo Oliveira; Thomaz (Felipe Garcia), Paulo Sérgio e Djalma Silva
Técnico: Matheus Costa

Motivo: 24ª rodada da Série B

Estádio: Arena do Jacaré, em Sete Lagoas

Data: quinta-feira, 16 de setembro de 2021

Horário: 19h

Árbitro: Rodrigo Dalonso Ferreira (SC)

Assistentes: Alex dos Santos e Helton Nunes (SC)

VAR: Pablo Ramon Goncalves Pinheiro (RN)

Compartilhe