Cruzeiro pegará rivais na luta contra a queda na reta final da Série B

Time celeste estacionou nos 39 pontos e corre risco de rebaixamento

29/10/2021 06:00 / atualizado em 29/10/2021 17:10
compartilhe
Thiago sai cabisbaixo após Cruzeiro ser derrotado pelo Remo por 3 a 1
foto: Ramon Lisboa/EM D.A Press

Thiago sai cabisbaixo após Cruzeiro ser derrotado pelo Remo por 3 a 1


Com 39 pontos em 32 jogos na Série B, o Cruzeiro precisa ligar o sinal de alerta para o risco de queda à Terceira Divisão. Existe a possibilidade de a vantagem sobre o Z4 diminuir de sete para quatro pontos ao término da rodada, uma vez que o time foi derrotado pelo Remo por 3 a 1, nessa quinta-feira, no Independência, em Belo Horizonte.

Em 17º, com 32 pontos, o Londrina visitará o Confiança, 19º, com 31, às 18h45 deste sábado, no estádio Batistão, em Aracaju. No mesmo dia, às 16h, o Vitória - 18º, com 32  - pegará a Ponte Preta - 15ª, com 37 - no estádio Moisés Lucarelli, em Campinas.

Caso ganhem, Londrina e Vitória vão a 35 pontos e se igualam ao atual 16º, Brusque, que perdeu para o Vila Nova por 3 a 2 no domingo. Os três clubes estão no caminho da Raposa nas rodadas 34, 35 e 36. Os confrontos podem interferir na luta pela permanência na Segunda Divisão.

O Cruzeiro encara o Londrina no estádio do Café, em Londrina, no interior do Paraná, às 21h30 de sexta-feira (05/11) Na terça-feira (09/11), às 21h30, medirá forças com o Brusque, no Independência. Já no domingo (14/11), às 19h, terá pela frente o Vitória, no Barradão, em Salvador.

Em entrevista após o revés diante do Remo, o técnico Vanderlei Luxemburgo ressaltou que até pouco tempo o grupo tinha chance de acesso e que por isso não tocou no assunto “rebaixamento” na Toca. Por outro lado, ele compreendeu a insatisfação dos torcedores com a campanha ruim e mira a reação contra o Vila Nova, às 19h de segunda-feira, 1º de novembro, no Independência.

“Quanto a descer para a Terceira Divisão, nós nunca tocamos neste assunto aqui, até porque tínhamos pontuação para brigar pela classificação. Mas a derrota foi doída, o torcedor tem direito de reclamar bastante. A gente tem que juntar, se reapresentar e trabalhar visando ao próximo jogo”.

Para enfrentar o Vila Nova, o Cruzeiro não terá o atacante Vitor Leque, expulso por ofender a arbitragem na derrota para o Remo. O principal candidato a substituí-lo é Wellington Nem, com Keké, Dudu, Rafael Sobis, Claudinho, Marcinho e Marcelo Moreno como alternativas.

Memes da derrota do Cruzeiro para o Remo no Horto


Compartilhe