Futebol Internacional

Após polêmica, Juninho Pernambucano apresenta Peter Bosz, técnico do Lyon

Holandês chega para substituir Rudy Garcia

postado em 30/05/2021 16:53

(Foto: OLIVIER CHASSIGNOLE / AFP)

O Lyon, tradicional equipe francesa e dona da quarta melhor campanha do recém-terminado Campeonato Francês, anunciou e apresentou neste domingo seu novo técnico, após saída conturbada de Rudy Garcia do comando técnico. O escolhido foi o holandês Peter Bosz, que estava sem clube desde março, quando foi demitido do Bayer Leverkusen, na Alemanha, e recebeu as boas-vindas do brasileiro Juninho Pernambucano, alvo de acusações de interferência interna do ex-treinador.

O técnico de 57 anos aceitou uma oferta de contrato de duas temporadas. Em sua apresentação, neste domingo, o brasileiro Juninho Pernambucano, diretor esportivo do Lyon, fez questão de estar ao lado de Bosz em sua primeira fala como comandante do time francês.

Ele recitou o que deve ser o seu estilo de jogo à frente do Lyon: "Tenho uma filosofia ofensiva e atraente. Jogamos pela torcida, mas é claro que depende dos jogadores. É muito cedo para falar de sistema de jogo, mas gosto de um futebol de ataque com bons jogadores, inteligentes e com boa técnica", disse Peter Bosz durante a coletiva.

O holandês foi meia de clubes holandeses entre as décadas de 1980 e 1990, chegou a atuar quatro temporadas na França, pelo Toulon, e foi escalado algumas vezes para a seleção da Holanda. Como técnico, suas principais passagens foram no Ajax, Borussia Dortmund e Bayer Leverkusen.

Peter Bosz chega em um período conturbado para o Lyon. A saída de Rudy Garcia não foi lá das melhores e teve polêmica até com Juninho Pernambucano. O francês, que teve sua demissão decretada depois da rodada final do torneio nacional, chegou a revelar as rusgas com o executivo brasileiro, acusando-o de favorecer atletas do Brasil, entre outras desavenças ao longo do seu período à frente do banco de reservas do Lyon.