UAI

2

Vargas, do Atlético, marca no empate entre Chile e Uruguai na Copa América

Atacante atleticano abriu o placar, mas Suárez igualou para a Celeste

21/06/2021 20:08 / atualizado em 21/06/2021 20:33
compartilhe
Vargas é perseguido por Arrascaeta: atacante do Galo marcou o gol do Chile no empate contra uruguaios
foto: Douglas Magno/AFP

Vargas é perseguido por Arrascaeta: atacante do Galo marcou o gol do Chile no empate contra uruguaios


Nesta segunda-feira, pela terceira rodada da Copa América, Uruguai e Chile ficaram no empate de 1 a 1 na Arena Pantanal, em Cuiabá. O atleticano Vargas abriu o placar para os chilenos, enquanto Suárez deixou tudo igual.

Com o resultado, a Seleção Uruguaia somou o seu primeiro ponto no torneio continental e se manteve na quarta colocação do Grupo A. Já os rojos assumiram momentaneamente a liderança da chave, com cinco pontos. A equipe chilena, no entanto, ainda pode ser ultrapassada pela Argentina, que duela com o Paraguai.

A partida, aliás, foi cercada por uma polêmica. Neste domingo, um cabelereiro brasileiro foi ao hotel da delegação chilena para cortar o cabelo de cinco atletas da seleção. A Federação de Futebol do Chile reconheceu que furou a "bolha", apesar do profissional ter passado por um teste de COVID-19 antes de ir ao local. Os jogadores serão multados e nenhum testou positivo para o novo coronavírus.

A Roja volta a campo agora na quinta-feira, às 21h (de Brasília), quando encara o Paraguai no Estádio Mané Garrincha, em Brasília, pela quarta rodada. No mesmo dia, mas às 18h, a Celeste enfrenta o Bolívia, na Arena Pantanal.



O JOGO


A primeira etapa começou com os uruguaios melhores. Com oito minutos, Arrascaeta recebeu cruzamento da esquerda e ajeitou para Cavani. O atacante cabeceou à queima-roupa, mas Bravo se atirou para fazer uma grande defesa. Na sequência, foi a vez do próprio Arrascaeta tentar, em forte finalização defendida pelo goleiro.

Do outro lado, os chilenos foram fatais ao descerem para o ataque. Aos 26, Vargas tabelou com Brereton, invadiu a área pela direita e soltou o pé para marcar um lindo gol. Foi o segundo do atacante do Atlético nesta Copa América - ele marcara no empate diante da Argentina (1 a 1), no Rio de Janeiro.

Em desvantagem, o Uruguai partiu para cima, porém teve dificuldades para levar perigo. Com isso, o time voltou a assustar apenas aos 19 do segundo tempo, quando Facundo Torres arriscou de fora da área e obrigou Bravo a voar para espalmar para escanteio. Na cobrança do tiro de canto, no entanto, nada impediu o empate. Vecino desviou no primeiro poste e Suárez completou para o fundo da rede.

O Chile respondeu aos 33. Após cruzamento de Mena, Arriagada aproveitou a sobra e finalizou na saída de Muslera, mas a bola saiu a centímetros da trave esquerda do arqueiro.

Cinco minutos depois, quase pintou a virada celeste. Viña cruzou na medida para Cavani, que cabeceou com muito perigo. Na fim, ainda deu tempo de Suárez tirar tinta da trave em arremate colocado da meia-lua.

URUGUAI 1 x 1 CHILE

URUGUAI
Muslera; Giovanni González (Cáceres), Giménez, Godín e Viña (Jonathan Rodríguez); Vecino (Torreira), Valverde, Arrascaeta (Facundo Torres) e De La Cruz (Nández); Luis Suárez e Cavani
Técnico: Óscar Tabárez

CHILE
Bravo; Isla, Sierralta, Medel e Maripán (Roco), Mena; Vidal (Alarcón), Pulgar e Charles Aránguiz; Vargas (Meneses) e Brereton (Arriagada)
Técnico: Martín Lasarte

Local: Arena Pantanal, em Cuiabá (MT)
Data: segunda-feira, 21 de junho
Árbitro: Rapha Claus (BRA)
GOLS: Vargas, aos 26min do 1ºT; Suárez, aos 21min do 2ºT
Cartões amarelos: Valverde e Sierralta 

Compartilhe