UAI


Presidente do Olímpia está indignado com arbitragem do jogo com o Flamengo

Lance envolvendo Arrascaeta provocou revolta no time paraguaio

14/08/2021 11:07
compartilhe
Arrascaeta atingiu o lateral-direito Salazar, que sofreu fraturas na face e deixou o estádio de ambulância
foto: Christian ALVARENGA / various sources / AFP

Arrascaeta atingiu o lateral-direito Salazar, que sofreu fraturas na face e deixou o estádio de ambulância

O Flamengo ficou próximo da vagas nas semifinais da Libertadores com a goleada sobre o Olímpia, em Assunção. No entanto, os paraguaios estão revoltados com a arbitragem devido a um lance envolvendo Arrascaeta.

O uruguaio atingiu o lateral-direito Salazar, que sofreu fraturas na face e deixou o estádio de ambulância. Na ocasião, o árbitro ainda deu falta do jogador do Olímpia.

O presidente do clube paraguaio se mostrou revoltado com a situação. Miguel Brunotte revelou que vai fazer uma nota de protesto na Conmebol.

"Incrível a ação do árbitro, que não só não expulsou o jogador diretamente, ele deveria ter sido preso, e também deu a falta para o Flamengo. Neste momento, o departamento técnico está armando um material, tentando ser o mais objetivo possível neste tema. Por sorte, há tecnologia, há filmagens, e vamos enviar com uma nota de protesto. Queremos fazer de forma profissional", disse à Rádio Urbana, do Paraguai.

O Flamengo pode perder o jogo de volta por dois gols de diferença que mesmo assim irá para as semifinais da Libertadores.

Compartilhe