UAI

2

Paulo Sousa deve pagar multa com seleção da Polônia para assumir o Flamengo

Diretoria do Flamengo tem acordo com o treinador português e, agora, aguarda que Sousa encerre seu vínculo com a Seleção Polonesa

26/12/2021 17:24
compartilhe
Paulo Sousa classificou a Seleção Polonesa para os playoffs europeus para a Copa do Mundo de 2022
foto: Divulgação/UEFA

Paulo Sousa classificou a Seleção Polonesa para os playoffs europeus para a Copa do Mundo de 2022

O português Paulo Sousa deve ser o novo técnico do Flamengo. Para isso, ele vai arcar com os custos da rescisão com a seleção da Polônia e sacramentar o acerto com clube carioca.

O Rubro-Negro se acertou com treinador e agora depende do distrato dele com a seleção da Polônia para anunciá-lo. O comandante vai superar o empecilho final.

Neste domingo, pouco tempo depois de a imprensa portuguesa noticiar o acerto entre Flamengo e Paulo Sousa, Cezary Kulesza, presidente da Federação Polonesa de Futebol, postou no Twitter que não aceitou o pedido de rescisão de contrato por parte do técnico e ainda o criticou.

"Hoje fui informado pelo Paulo Sousa que queria rescindir o contrato por causa de uma oferta de outro clube. Este é um comportamento extremamente irresponsável, inconsistente com as declarações anteriores do treinador. Portanto, recusei firmemente", postou o dirigente.

A declaração do dirigente, portanto, indicou a necessidade de negociação e pagamento de multa. O comandante deve arcar com os valores para assumir o clube carioca.

Paulo Sousa foi o primeiro nome com quem o Flamengo, representado por Marcos Braz e Bruno Spindel, conversou em Portugal. Ele deixou uma boa impressão. Entretanto, a diretoria rubro-negra buscou o retorno de Jorge Jesus, pressionado no Benfica. O Fla optou por seguir a vida e acertou com Sousa.

Ex-jogador de sucesso, Paulo Sousa, de 51 anos, assumiu a seleção da Polônia em 2021. O Flamengo será o décimo clube dele na carreira de técnico. Ele comandou QPR, Swansea, Leicester, Videoton, da Hungria, Maccabi Tel Aviv, Basel, Fiorentina, Tianjin Quanjian e Bordeaux.

Compartilhe