UAI

2

Carrasco do Cruzeiro em 2009, Mauro Boselli acerta com o Estudiantes

Atacante volta ao time no qual foi campeão da Copa Libertadores

31/12/2021 14:02
compartilhe
Boselli marcou o gol do título no Mineirão
foto: Estado de Minas / EM DA PRESS

Boselli marcou o gol do título no Mineirão



O Estudiantes anunciou, nesta sexta-feira, o retorno do argentino Mauro Boselli. O atacante, que defendeu o Corinthians entre 2019 e 2020, assinou contrato válido por um ano. Boselli foi um dos carrascos do Cruzeiro na final da Copa Libertadores de 2009.

Naquele ano, o Cruzeiro sofreu sua maior decepção na Copa Libertadores: perdeu de virada para o Estudiantes em pleno Mineirão, por 2 a 1, depois de segurar 0 a 0 heroico em La Plata graças à grande atuação do goleiro Fábio. Dos 64.800 torcedores que estiveram no estádio no dia 15 de julho, a maioria tinha grande expectativa em ver o time celeste faturar o troféu. 

Quem comandou as ações do jogo, porém, foi o experiente Verón, que ditou o ritmo da partida no meio-campo e deu o cruzamento para Boselli fazer de cabeça o segundo gol do Estudiantes - o primeiro saiu em finalização de Gastón Fernández. O volante Henrique marcou o tento cruzeirense em chute de fora da área. Grande decepção do time dirigido por Adilson Batista.

Corinthians

Pelo Timão, o centroavante de 36 anos disputou 67 partidas, anotando 16 gols e cinco assistências. O desempenho, no entanto, não agradou e ele não teve o vínculo renovado pela diretoria.

Já após deixar o clube, Boselli deu uma entrevista polêmica. Ele afirmou que ainda tinha dinheiro para receber do time de Itaquera e que vestir a camisa corintiana havia sido um erro.

Revelado pelo Boca Juniors, Mauro Boselli defendeu o Cerro Porteño, do Paraguai, na última temporada. A volta ao Estudiantes, por sua vez, representa a terceira passagem dele pelo clube de La Plata.

O atacante já atuou pela equipe argentina entre 2009 e 2011 - em seu primeiro ano, conquistou a Copa Libertadores. Vendido ao Wigan, da Inglaterra, ele acabou emprestado ao Estudiantes em 2012, antes de fazer sucesso no León, do México.

Compartilhe