UAI

2

Acusado de estupro, Benjamin Mendy, do City, se diz inocente em audiência

Atleta foi acusado por seis mulheres de estupro, tentativa de estupro e agressão sexual

23/05/2022 13:16 / atualizado em 23/05/2022 13:28
compartilhe
Mendy se destacou pelo Olympique de Marselha e passou pelo Monaco antes de chegar ao Manchester City
foto: FRANCK FIFE / AFP

Mendy se destacou pelo Olympique de Marselha e passou pelo Monaco antes de chegar ao Manchester City

O lateral-esquerdo francês Benjamin Mendy, do Manchester City, se declarou "não culpado" de estupro e agressão sexual em audiência em um tribunal no Reino Unido nesta segunda-feira.

O jogador de 27 anos foi acusado por seis mulheres de estupro, tentativa de estupro e agressão sexual, casos que teriam acontecido entre outubro de 2018 e agosto de 2021 em sua casa no condado de Cheshire.

Depois de ter passado vários meses em prisão preventiva, Mendy foi libertado no início de janeiro e colocado sob controle judicial enquanto espera o julgamento de seu processo, que deve começar no dia 25 de julho.

O caso foi aberto no final de agosto de 2021, quando o Manchester City suspendeu o jogador, sem dar explicações.

A Justiça britânica depois anunciou que ele tinha sido preso acusado de quatro estupros e uma agressão sexual por três mulheres, entre elas uma menor de idade.

Revelado pelo Le Havre, Mendy se destacou pelo Olympique de Marselha e passou pelo Monaco antes de chegar ao Manchester City, em 2017, após uma transferência de 61,4 milhões de euros, tornando-se então o defensor mais caro da história.

No entanto, sua carreira foi prejudicada por uma sequência de lesões. Além disso, sua vida extracampo nem sempre foi exemplar.

Em 2020, tabloides informaram a apreensão de sua Lamborghini, avaliada em mais de 500 mil euros, que dirigia sem permissão nem seguro.

Compartilhe