UAI

2

Carlitos Tevez anuncia aposentadoria do futebol: 'Já dei tudo o que tinha'

Ídolo de Boca Juniors e Corinthians, ex-atacante fez anúncio oficial em entrevista na noite dessa sexta-feira

04/06/2022 08:57
compartilhe
Tevez encerra oficialmente a carreira como jogador aos 38 anos de idade
foto: Reprodução

Tevez encerra oficialmente a carreira como jogador aos 38 anos de idade


Um dos atacantes argentinos mais marcantes dos últimos tempos, Carlitos Tevez pendurou as chuteiras. Agora de forma oficial. Na noite desta sexta-feira, em uma entrevista ao jornalista Alejandro Fantino, do programa Animales Sueltos, do canal de televisão argentino América TV, o agora ex-jogador, de 38 anos, que teve uma passagem marcante pelo Corinthians em 2005 e 2006, além de brilhar em vários clubes pelo mundo, anunciou a sua aposentadoria definitiva do futebol profissional. Seu último time foi o Boca Juniors, onde fez a sua última partida em junho do ano passado.

"Estou aposentado, confirmado. Me ofereceram (propostas) de muitos lados, mas como jogador já dei tudo o que tinha dentro do meu coração. Isso me deixa mais que tranquilo", afirmou Tevez, visivelmente emocionado ao explicar que a morte de seu pai, em fevereiro de 2021, foi decisiva para a sua decisão.

"Esse último ano foi muito duro porque ele teve morte cerebral. Me levantei um dia e disse a Vane (sua esposa Vanessa): 'Não jogo mais'. Mais tarde chamo Adrián (Ruocco, seu empresário) e lhe digo: 'Olha, não vou mais jogar. Estou parando'. Chamo a Riquelme (ex-jogador e atual vice-presidente do Boca Juniors) e lhe digo: 'Amanhã preciso do clube para fazer a conferência (de imprensa). Não jogo mais'. Depois veio o que veio, não joguei mais e aí a minha família se deu conta que não jogaria mais. Caiu a ficha de todos", revelou o agora ex-atacante, que continuou.

"Me perguntavam todo o tempo por que havia deixado de jogar. Até que disse: 'Deixei de jogar porque perdi meu fã número 1 (seu pai). Tinha oito e quem me via jogar era ele. Então dizia: 'Para quê mais?' Acordei um dia e disse: 'Não jogo mais para ninguém'. Acredito que foi a única vez que pensei realmente em mim. Havia perdido meu fã número 1 e isso fez com que não tivesse mais vontade de jogar", finalizou Tevez.

Além de Corinthians, onde foi campeão do Campeonato Brasileiro em 2005, e Boca Juniors, o ex-atacante defendeu, e ganhou títulos, por Manchester United, Manchester City, West Ham, Juventus e Shanghai Shenhua (China). Também jogou pela seleção da Argentina, onde fez 20 gols em 76 partidas.

Compartilhe