UAI

2

Bélgica atropela Polônia em Bruxelas pela Liga das Nações

Diabos Vermelhos levam susto de Lewandowski, mas reagem em casa e aplicam goleada para conquistar primeiro triunfo no torneio

compartilhe
Lewandowski (9) observa comemoração dos belgas com gol de De Bruyne
foto: Kenzo Tribouillard/AFP

Lewandowski (9) observa comemoração dos belgas com gol de De Bruyne


A Bélgica atropelou a Polônia com goleada de 6 a 1, de virada, nesta quarta-feira, em Bruxelas, pela segunda rodada da Liga das Nações. Enquanto o artilheiro Lewandowski abriu o placar, os Diabos Vermelhos viraram com Trossard (duas vezes), Witsel, De Bruyne, Dedoncker e Openda.

Com o resultado, os belgas somam seus primeiros três pontos na competição e ficam na vice-liderança do Grupo 4. Já os poloneses têm a mesma pontuação, na terceira colocação.

Na próxima rodada, a Bélgica visita o País de Gales, neste sábado, às 15h45 (de Brasília). A Polônia, por sua vez, joga fora de casa contra a Holanda, no mesmo dia e horário.

O JOGO


Logo aos quatro minutos do primeiro tempo, Batshuayi chegou a mandar a bola para o fundo das redes após belo passe de calcanhar de Hazard. Porém, o tento belga foi anulado por impedimento do atacante.

Aos 27, os poloneses abriram o placar. Lewandowski recebeu de Szymanski dentro da área, dominou e tocou na saída de Mignolet para dentro da meta.

Ainda antes do intervalo, os belgas chegaram ao empate, aos 41. Catagne pegou rebote e ajeitou para Witsel chegar batendo da entrada da área e superar o goleiro Dragowski.

Na segunda etapa, aos 13 minutos, a Bélgica conseguiu a virada. Hazard aproveitou erro na saída de bola polonesa e acionou De Bruyne na esquerda, que mandou para o fundo das redes.

Aos 27, os donos da casa ampliaram. Trossard recebeu pela direita, cortou o marcador e finalizou de pé esquerdo para anotar o terceiro. O meio-campista do Brighton ainda marcou o quarto, em batida colocada de fora da área aos 34.

Ainda deu tempo para o quinto tento. O zagueiro Dendoncker avançou com liberdade pela intermediária e arriscou de longe, superando Dragowski. Nos acréscimos, Openda deu números finais à partida, finalizando de cobertura.

Roberto Martínez escalou a Bélgica com: Mignolet; Alderweireld, Dendoncker e Vertonghen; Castagne (Thorgan Hazard), Witsel (Faes), Tielemans e Carrasco; De Bruyne (De Ketelaere) e Eden Hazard (Trossard); Batshuayi (Openda).


Compartilhe