UAI

2

Luis Suárez ou Miguel Borja: River vai contratar um dos dois atacantes

Time argentino está em busca de reforços para o mata-mata da Copa Libertadores; um dos centroavantes será contratado pelo clube

26/06/2022 12:04
compartilhe
River Plate quer centroavante de peso para a disputa da Copa Libertadores
foto: AFP

River Plate quer centroavante de peso para a disputa da Copa Libertadores

O River Plate do treinador Marcelo Gallardo busca reforçar seu ataque para a sequência da temporada. Duas possibilidades estudadas pela equipe argentina são o uruguaio Luis Suárez e o colombiano Miguel Borja, que tem 50% de seu passe pertencente ao Palmeiras. Gallardo falou sobre as chances da dupla reforçar sua equipe, por mais que esse não seja seu foco no momento.

''São duas possibilidades, e creio que algum dos dois virá. Mas, além disso, temos que pensar na partida de quarta-feira e temos que focar no agora. Depois, se trouxemos algum destes jogadores, será para enriquecer o plantel e ter mais expectativa para o futuro. Porém, agora temos que focar na partida de quarta'', disse Gallardo em coletiva de imprensa.

Miguel Borja está atualmente no Junior Barranquilla, da Colômbia. O centroavante, que teve passagem ruim pelo Verdão, é um dos destaques de sua equipe. Nesta temporada, são 35 jogos disputados e 19 gols marcados, números que atraíram a atenção do River. Se a transferência de fato se concretizar, o Palmeiras, que tem 50% do jogador, pode receber bolada.

Já Luisito Suárez, atacante de renome internacional com passagens de muito destaque por Liverpool e Barcelona, defendeu as cores do Atlético de Madrid na última temporada. O jogador, apensar da idade avançada (35) e de ter saído do banco de reservas em muitos jogos, mostrou bons números, com 17 gols e duas assistências em 54 atuações na campanha mais recente do time de Diego Simeone.

No momento, porém, o foco do River Plate é a partida frente ao Vélez Sarsfield, fora de casa, pela ida das oitavas de final da Copa Libertadores. O jogo será na casa do Vélez, às 21h30 (de Brasília), desta quarta-feira.

Compartilhe