UAI

2

Ranking: veja clubes brasileiros que mais gastaram com remuneração em 2021

Palmeiras liderou a última temporada, com aumento de R$ 160 milhões em relação a 2020; Atlético ficou em quarto, enquanto o Cruzeiro foi o 15°

15/06/2022 05:00 / atualizado em 15/06/2022 09:12
compartilhe
Veja como estão Cruzeiro, Atlético e América no ranking de remunerações em 2021
foto: Gustavo Aleixo/Cruzeiro, Pedro Souza/Atlético e Mourão Panda/América

Veja como estão Cruzeiro, Atlético e América no ranking de remunerações em 2021

Os clubes brasileiros aumentaram os gastos com remunerações no último ano. É o que mostra o levantamento feito pela consultoria Convocados, com parceria da XP. O relatório foi divulgado nessa terça-feira (14).

De acordo com o levantamento, o aumento foi de 24,1% em relação à temporada 2020. Os números foram apresentados após análise das demonstrações financeiras divulgadas pelos clubes. Veja abaixo o ranking dos times que mais gastaram.

Clubes que mais gastaram com remuneração em 2021



Palmeiras foi o time com maior pagamento de remuneração em 2021. O clube gastou R$ 395 milhões, um aumento de R$ 160 milhões em relação a 2020. De acordo com o relatório, uma parte do crescimento se deve às premiações pagas pelas conquistas (duas Libertadores no ano passado).

Atlético, campeão da Copa do Brasil e do Campeonato Brasileiro em 2021, teve o mesmo "problema". No ano passado, o gasto do Atlético em remuneração foi de R$ 289 milhões, um aumento de R$ 74 milhões em relação à temporada anterior. 

Cruzeiro, por sua vez, teve a maior redução entre os 26 clubes listados. A equipe celeste diminuiu bastante a folha de 2020 para 2021, atingindo R$ 78 milhões (R$ 46 milhões a menos).

América, que voltou a disputar a Série A em 2021, investiu mais que o dobro para ter bom desempenho na divisão de elite do futebol brasileiro. Em 2020, o Coelho gastou R$ 25 milhões com remunerações. No ano seguinte, o valor foi de R$ 55 milhões.

O estudo também destacou Internacional e Santos. Os dois times conseguiram controlar os gastos e reduziram os investimentos em relação ao ano anterior (foram os únicos times da Série A que cortaram parte dos pagamentos).

Gastos abaixo das receitas


O estudo destacou também o comprometimento das receitas dos clubes com remuneração. O Avaí foi o único time que gastou acima de 100% do valor recebido em 2021 (133%). O resultado final, no entanto, foi satisfatório, já que a equipe atingiu o objetivo e subiu para a Série A.

O relatório diz que o Atlético conseguiu comprometer "apenas" 57% das receitas graças às premiações alcançadas na temporada passada (o Galo arrecadou mais de R$ 145 milhões em 2021). A redução em relação a 2020 foi destacada, já que naquele ano o clube gastou acima do que recebeu (139%).

O Cruzeiro também conseguiu comprometer menos as receitas com remunerações. Em 2020, 94% da receita da temporada foi gasta com os pagamentos. Já em 2021, a redução foi para 51%.

O América, por sua vez, comprometeu 54% das receitas com remunerações em 2021.

Clubes com mais investimentos na base nos últimos cinco anos



Compartilhe