UAI

2

Operário-PR vence Remo em duelo direto contra o rebaixamento na Série B

Em casa, Fantasma faz 2 a 1 e abre distância da zona de descenso

09/11/2021 23:16
compartilhe
Operário faz o dever de casa diante do Remo e se distancia da zona de rebaixamento
foto: Andrew Jonatan/Operário

Operário faz o dever de casa diante do Remo e se distancia da zona de rebaixamento

 
O Operário-PR conseguiu fazer jus ao fator casa para conquistar um grande resultado em um duelo direto contra a zona de rebaixamento da Série B do Campeonato Brasileiro neste terça-feira. No Estádio Germano Krüger, em Ponta Grossa (PR), o time paranaense recebeu e venceu o Remo, pelo placar de 2 a 1. Depois de um primeiro tempo de poucas emoções, todos os gols saíram na segunda etapa.

Com o resultado, o Operário-PR volta a vencer após dois jogos de jejum e agora aparece na 10ª colocação, com 45 pontos, abrindo sete de distância da zona de rebaixamento. Já o Remo conheceu sua terceira derrota seguida e segue na parte debaixo da tabela, agora em 15º, com 41. O Londrina, primeiro time dentro do Z-4, tem 38.

Os dois times voltam a campo na próxima segunda-feira (15) para a disputa da 36.ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B. Logo às 16h, o Operário-PR visita o Botafogo, no Estádio Nilton Santos, no Rio de Janeiro. Um pouco mais tarde, às 18h, o Remo recebe o Goiás, no Estádio Baenão, em Belém (PA).

O JOGO


O primeiro tempo teve ritmo lento desde o seu início, com os dois rivais trocando passes no meio-campo e procurando chegar com perigo ao gol adversário. Mas, no final das contas, poucas chances foram criadas. Tanto que o primeiro chute ao gol só foi acontecer aos 15 minutos, quando Felipe Garcia arriscou de longe e mandou por cima do gol de Thiago Coelho, perdendo uma boa oportunidade para o time da casa.

A resposta do Remo veio dois minutos depois, também em uma finalização de fora da área, mas Matheus Oliveira mandou para fora. Mais consistente em campo, o Operário-PR teve mais duas oportunidades no final do primeiro tempo, mas sem sucesso. Aos 42, Tomaz pegou a cobra de um escanteio, mas finalizou por cima do gol. Já aos 45, Marcelo cobrou falta, mas Thiago Coelho fez a defesa em dois tempos. Por isso, a primeira etapa terminou zerada.

Na volta do intervalo, o Operário-PR fez uma verdadeira blitz na área adversária e chegou com perigo em quatro oportunidades nos primeiros quinze minutos. Depois de tanto tentar, os donos da casa abriram o placar aos 17 minutos. Lucas Mendes cobrou escanteio e Felipe Garcia subiu com liberdade para mandar de cabeça a bola para o fundo das redes. A bola ainda bateu na trave antes de entrar.

Nos minutos finais, o time visitante seguiu em cima, mas foi o Operário que voltou a balançar as redes. Aos 45 minutos, Rodrigo Pimpão foi até a linha de fundo e cruzou para trás. Marcelo Santos furou e a bola sobrou para Schumacher, que só teve o trabalho de mandar para o gol. No apagar das luzes, aos 49 minutos, o Remo ainda conseguiu descontar com Renan Gorne, de pênalti, depois da bola bater no braço de Odivan.

OPERÁRIO-PR 2 x 1 REMO


OPERÁRIO-PR
Thiago Braga; Lucas Mendes, Fábio Alemão, Reniê e Fabiano; Guedes (Rodrigo Pimpão), Marcelo e Rafael Chorão (Gustavo Lopes); Felipe Garcia (Odivan), Paulo Sérgio (Schumacher) e Thomaz (Marcelo Santos)
Técnico: Ricardo Catalã

REMO
Thiago Coelho; Thiago Ennes (Welligton Silva), Rafael Jansen, Romércio e Igor Fernandes; Anderson Uchoa, Pingo (Jefferson) e Lucas Siqueira (Ronald); Victor Andrade, Matheus Oliveira (Raimar) e Neto Pessoa (Renan Gorne)
Técnico: Felipe Conceição

Local: Estádio Germano Krüger, em Ponte Grossa (PR)
Data: terça-feira, 9 de novembro
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ)
GOLS: Felipe Garcia, aos 17, Schumacher, aos 45 e Renan Gorne, aos 49min do 2ºT
Cartões amarelos: Fábio Alemão (Operário-PR)

Compartilhe