UAI


Carille vai usar semana livre para ajustar o Santos: 'Muito a melhorar'

Aliviado, treinador do Peixe está ciente que o perigo ainda não chegou ao fim

31/10/2021 10:17
compartilhe
Carile vai aproveitar a semana livre antes do clássico com o Palmeiras
foto: Ivan Storti/Santos FC

Carile vai aproveitar a semana livre antes do clássico com o Palmeiras


O técnico Fabio Carille sofreu enorme pressão no Santos ao vencer apenas um de nove jogos. Ganhou voto de confiança da diretoria e, com dois triunfos seguidos, tirou o time da zona de rebaixamento, colocando-o no 11° lugar do Brasileirão. Aliviado, mas sem euforia, o treinador sabe que o perigo ainda não acabou e quer aproveitar a semana livre antes do clássico com o Palmeiras para ajustar ainda mais o time.



O clássico ocorre apenas no domingo, às 16 horas, na Vila Belmiro. Após cumprir suspensão no triunfo por 1 a 0 sobre o Athletico-PR, o atacante Marinho vai voltar. Sem marcar há 15 rodadas, tentará desencantar diante do rival no qual anotou pela última vez. Carille sabe que ganhar a terceira seguida pode significar sonhar com metas maiores, mas apenas foca em garantir a permanência na elite.

"Temos muito a melhorar, a arrumar, e ter esses problemas com a vitória é melhor que na derrota. São duas vitórias, seis pontos e mais confiança para eles (jogadores) e para mim", admitiu. "Com certeza vai ser uma volta maravilhosa para o Santos em uma semana de muito trabalho antes do jogo com o Palmeiras."

O técnico quer seguir com os trabalhos psicológicos e não teme que haja um relaxamento após o alívio momentâneo na classificação. "Estou há pouco mais de um mês com esses jogadores e tenho certeza que esse relaxamento não vai acontecer Não está na hora de acontecer. Precisamos de pontos para nos livrarmos dessa situação", advertiu.

"A semana será importante para cobrar esse lado psicológico, de saberem que teremos que nos entregar demais contra o Palmeiras. Se fosse na quarta-feira (o clássico), talvez eu não teria tempo para trabalhar tudo isso", enfatizou Carille, ciente das dificuldades que encontrará em casa.

Com os dois triunfos seguidos, o Santos agora aparece a três pontos do América-MG, em nono e com uma possível última vaga na Libertadores. O treinador nem quer saber em falar nas competições Sul-Americanas ainda. "Não estou projetando nada e nem quero. Estamos em 11º nesse momento, mas temos ciência de que a rodada não acabou. São nove decisões, a próxima é o Palmeiras. Não estou projetando nada e só passo a importância da próxima partida."

Compartilhe