UAI

2

Copa do Brasil: na estreia de técnico, Santos sofre e avança nos pênaltis

Fabián Bustos iniciou trajetória no Peixe com dramática classificação diante do Fluminense, no Piauí

08/03/2022 23:58
compartilhe
Ricardo Goulart, que empatou para o Santos no tempo normal, festeja a classificação nos pênaltis
foto: Ivan Storti/Santos

Ricardo Goulart, que empatou para o Santos no tempo normal, festeja a classificação nos pênaltis


O técnico Fabián Bustos sofreu, mas começou a sua trajetória no Santos com resultado positivo. Na noite desta terça-feira, pela segunda fase da Copa do Brasil, o Peixe derrotou o Fluminense-PI por 5 a 4. nos pênaltis, fora de casa, após um empate de 1 a 1 no tempo normal.

Com o resultado, o Alvinegro Praiano garantiu uma vaga na terceira fase do torneio. Além disso, o time embolsou R$ 1,9 milhão. O próximo adversário será conhecido por sorteio. O Fluminense, por sua vez, se dedicará ao campeonato estadual. 

Agora, o Santos volta as suas atenções para o Campeonato Paulista. No domingo, o clube visita o Palmeiras, às 18h30 (de Brasília). Já o Fluminense-PI recebe o Altos, às 16h do sábado, pelo Estadual.

O JOGO


A primeira etapa começou com os mandantes melhores em Teresina. Com sete minutos, Eduardo pegou a sobra dentro da área e finalizou com muito perigo por cima do travessão. Na sequência, o atacante voltou a assustar, dessa vez em cabeçada que passou pelo lado.

A resposta alvinegra saiu aos 35. Ângelo fez boa jogada individual pela direita, cortou para o meio e tirou tinta da trave de Nicolas. No lance seguinte, Marcos Guilherme disparou com liberdade e ariscou da intermediária, mas mandou para fora.

Já aos 41, nada impediu o tento do Fluminense-PI. Após cobrança de lateral pela esquerda, Eduardo desviou de cabeça e encontrou Mário Sérgio. O atacante, então, dominou a bola no peito e emendou um belo voleio para abrir o placar.

Na volta do intervalo, o Santos enfim acordou. Com três minutos, Ricardo Goulart fez bela jogada na linha de fundo e tocou na saída do goleiro. No meio do caminho, Marcos Leonardo desviou para o gol. O auxiliar, porém, assinalou, de forma equivocada, o impedimento do camisa 9.

Do outro lado, os donos da casa responderam aos 16. Sapé disparou pela direita e cruzou rasteiro para William Salvino, que bateu de primeira. Atento, João Paulo voou para fazer uma grande defesa à queima roupa.

Com 29 minutos, a vida do Peixe ficou ainda mais difícil. Isso porque Camacho recebeu o seu segundo cartão amarelo e, consequentemente, deixou o gramado mais cedo.

Com um a mais, o Fluminense quase liquidou o jogo. Aos 31, William Salvino roubou a bola de Lucas Braga e deixou Gean na cara do gol. O lateral tocou na saída de João Paulo, mas viu a bola sair a centímetros da trave direita.

E o tento acabou fazendo falta. Com 36 minutos, Pirani enfiou ótima bola para Ricardo Goulart, que dominou com categoria e bateu rasteiro para deixar tudo igual.

Dessa forma, a decisão foi para as penalidades máximas, onde quem se deu melhor foi o Santos. Goulart, Zanocelo, Lucas Braga, Lucas Barbosa e Lucas Pires converteram para o Peixe, enquanto Pirani errou. Do outro lado, Eduardo, Michel, Tarcísio e Thiaguinho até fizeram, mas Mazinho e Ramon erraram e sacramentaram a vitória alvinegra.

FLUMINENSE-PI 1 (4) x 1 (5) SANTOS


FLUMINENSE-PI
Nicolas; Gean, Michel, Ramon e Thiaguinho; Mazinho, Janeudo, Sapé (Maurício) e Bismark (Tarcísio); Eduardo e Mário Sérgio (William Salvino)
Técnico: Marcelo Vilar

SANTOS
João Paulo; Balieiro (Auro), Kaiky, Bauermann e Lucas Pires; Camacho, Sandry (Zanocelo) e Goulart; Ângelo (Lucas Braga), Marcos Leonardo (Pirani) e Marcos Guilherme (Lucas Barbosa).
Técnico: Fabián Bustos

Local: Estádio Governador Alberto Tavares Silva, em Teresina (PI)
Data: 08 de março de 2022, terça-feira
Árbitro: Diego Pombo Lopez
Assistentes: Elicarlos Franco de Oliveira e Edevan de Oliveira Pereira
Cartões amarelos: Thiaguinho (Fluminense-PI); Camacho, Kaiky (Santos)
Cartão vermelho: Camacho (Santos)
GOLS: Mário Sérgio, aos 41 do 1ºT; Goulart, aos 36 do 2ºT

Compartilhe