UAI


Sport e Bragantino fazem jogo intenso, mas não saem do zero no Brasileirão

Times buscam a vitória na Ilha do Retiro, mas defesas prevalecem

06/08/2021 23:14
compartilhe
Sport e Red Bull Bragantino não conseguiram balançar as redes na Ilha do Retiro
foto: Ari Ferreira/RB Bragantino

Sport e Red Bull Bragantino não conseguiram balançar as redes na Ilha do Retiro


Um jogo intenso, porém, sem gols. Esse foi o resumo do duelo entre Sport e Red Bull Bragantino que, nesta sexta-feira à noite, abriram a 15.ª rodada do Campeonato Brasileiro, na Ilha do Retiro, no Recife (PE). O empate por 0 a 0 deu aos dois times a possibilidade de subir um degrau na tabela de classificação.

O Sport, há quatro jogos sem sofrer gols e sem perder, agora tem 15 pontos e está em 14.º lugar, enquanto o Red Bull Bragantino assumiu, provisoriamente, a terceira posição, com 28 pontos, uma à frente do Fortaleza (27) e atrás do Atlético (31) e do Palmeiras (32).

Na próxima rodada, o Sport vai enfrentar o Flamengo, no domingo (15), às 16 horas no Maracanã. O Bragantino jogará no sábado, às 17 horas, contra o Juventude em Bragança Paulista. Na terça-feira, dia 10, já participa das quartas de final da Sul-Americana diante do Rosario Central, em Buenos Aires (ARG).

O JOGO


O time da casa foi escalado com o que tem de melhor, agora na contagem regressiva para a estreia do meia Hernanes, ex-São Paulo, contratado para liderar o grupo na sua luta contra o rebaixamento. O Bragantino teve alguns titulares sendo poupados porque o time já começa nesta semana a disputa das quartas de final da Copa Sul-Americana. Com Maurício Barbieri suspenso, o time foi comandado por Claudio Maldonado.

O primeiro tempo foi bastante movimentado e intenso. Embora o Bragantino tivesse maior posse de bola, o Sport não se intimidou e também foi ao ataque com perigo. Tanto que os dois times finalizaram várias vezes e estiveram chances para abrir o placar

Eric Ramires, de frente pra o gol, chutou para fora para o visitante aos seis minutos. Três minutos depois, Paulinho Moccelin cruzou para Mikael, também de frente para o gol, mas chutou por cima do travessão.

O time paulista, aos 16 minutos, acertou o travessão num chute de longe de Cuello. Moccelin chutou no alto para o goleiro Cleiton espalmar por cima do travessão aos 24. O jogo continuou assim: lá e cá o tempo todo.

No segundo tempo, o Sport voltou diferente. O técnico Umberto Louzer adiantou a marcação e quase os pernambucanos conseguiram o gol aos 14 minutos, num chute de Chico de fora da área e que acertou o pé da trave esquerda de Cleiton.

Aos poucos, o Bragantino diminuiu o ritmo, como quisesse se poupar. O Sport foi mais efetivo. Sem conseguiu as infiltrações, arriscou chutes de longe e, pelo menos, três deles com perigo e que exigiram boas defesas de Cleiton.

SPORT 0 x 0 RED BULL BRAGANTINO


SPORT
Maílson; Hayner, Rafael Theyre, Sabino e Chico; Marcão Silva, José Welison (Ronaldo Henrique) e Gustavo Oliveira (Thiago Neves); Mikael (André), Everaldo (Thiago Lopes) e Paulinho Moccelin (Cristiano).
Técnico: Umberto Louzer

RED BULL BRAGANTINO
Cleiton; Weverton (Hurtado), Fabrício Bruno, Natan e Weverson; Raul, Pedrinho (Praxedes) e Eric Ramires (Jadsom Silva); Helinho (Artur), Alerrandro e Cuello (Leandrinho)
Técnico: Claudio Maldonado (auxiliar)

Local: Estádio da Ilha do Retiro, em Recife (PE)
Data: sexta-feira, 6 de agosto
Árbitro: Wagner do Nascimento Magalhães (RJ) 
Cartões amarelos: Gustavo Oliveira, Everaldo e Paulinho Moccelin (Sport). Weverton (Red Bull Bragantino)

Compartilhe