UAI

2

Vasco perde para o lanterna Vila Nova fora e cai para terceiro na Série B

Em casa, time goiano venceu por 1 a 0, gol do zagueiro Rafael Donato, no início do segundo tempo; time carioca chega ao terceiro jogo sem vitória

23/07/2022 19:11
compartilhe
Vasco jogou mal mais uma vez e sofreu nova derrota na Série B
foto: Daniel Ramalho/Vasco

Vasco jogou mal mais uma vez e sofreu nova derrota na Série B

A vantagem do Vasco no G4 ainda é confortável, mas o momento é incômodo e piorou neste sábado. O lanterna Vila Nova venceu o Cruz-maltino por 1 a 0, no Serra Dourada, em Goiânia, pela 20ª rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.


Agora, o Vasco está há três rodadas sem vencer - são duas derrotas e um empate. É pressão para cima do técnico Maurício Souza, que convive com críticas por parte da torcida. O Gigante da Colina perdeu uma posição e está em terceiro lugar, com 35 pontos. A vantagem para o Sampaio Corrêa, quinto colocado, é de sete pontos. Entretanto, o clube maranhense ainda joga na rodada.

O Vila Nova, por sua vez, ganha esperança após 14 jogos (sete derrotas e sete empates) sem vencer, sendo um pela Copa do Brasil. O clube goiano amarga a lanterna da Série B, com 17 pontos - três a menos que o Ituano, primeiro time fora do Z4 e que ainda joga na rodada. Foi apenas a segunda vitória da equipe no torneio.

O Vasco decepcionou contra o lanterna. O clube carioca pouco criou. No começo da etapa final, sofreu com contra-ataques e depois viu o rival marcar pelo alto. O Gigante da Colina se esforçou, mas não conseguiu buscar o empate.

Na próxima rodada, o Vasco recebe o CRB, nesta quinta-feira, às 19h (de Brasília), em São Januário. Já o Vila Nova visita o Novorizontino, sábado, a partir das 18h30.

O duelo entre Vila Nova e Vasco


O técnico Maurício Souza contou com o retorno de Figueiredo. Entretanto, não pôde contar com Anderson Conceição, suspenso. Portanto, ele optou por Danilo Boza. No meio de campo, o comandante do Vasco escalou Zé Gabriel no lugar de Yuri Lara.

O Vasco tomou a iniciativa do jogo. Aos nove minutos, Nenê cruzou da esquerda. O lateral-direito Gabriel Dias apareceu na área, mas não finalizou como gostaria. O goleiro Tony defendeu. Dois minutos depois, o Vila Nova deu um susto. Arthur Rezende cobrou escanteio, Thiago Rodrigues quase se atrapalhou na saída, mas a bola desviou e foi para fora.

Assim, o Gigante da Colina pressionava a saída de bola e complicava a vida do Vila Nova. Após uma roubada, Figueiredo foi acionado pela direita e cruzou. Nenê surgiu livre e emendou de primeira, aos 20 minutos. No entanto, Tony espalmou, na melhor chance do jogo até então.

O Vila Nova obrigou Thiago Rodrigues a trabalhar no fim do primeiro tempo. Aos 41 minutos, após cobrança de lateral, Rafael Donato cabeceou. Mas o goleiro do Vasco salvou. Dessa maneira, o primeiro tempo, truncado e pobre tecnicamente, terminou sem gols.

Vila Nova faz gol da vitória na segunda etapa


A situação do Vasco se complicou no início do segundo tempo. Aos seis minutos, após cobrança de escanteio, a bola ficou pela direita de ataque. Em novo cruzamento, Rafael Donato ganhou pelo alto e abriu o placar. Imediatamente, portanto, Maurício Souza fez as primeiras mudanças no Vasco. Ele colocou Palacios e Erick. Saíram Figueiredo e Gabriel Pec.

Outra cartada de Maurício Souza, Juninho quase empatou. Ele arriscou de fora da área e obrigou Tony a mandar para escanteio. Foi pouco. Sem inspiração, o Vasco perdeu para o Vila Nova.

VILA NOVA 1X0 VASCO


Local: Serra Dourada, Goiânia (GO)
Data: 23/07/2022, sábado
Horário: 16h30 (de Brasília)
Árbitro: Savio Pereira Sampaio (DF-FIFA)
Assistentes: Jose Reinaldo Nascimento Junior (DF) e Daniel Henrique da Silva Andrade (DF)
VAR: Jose Claudio Rocha Filho (SP-VAR-FIFA)
Cartão amarelo: Zé Gabriel (Vasco) e Tony e Romário (Vila Nova)
Gol:
VILA NOVA: Rafael Donato, aos 6' do 2ºT

Vila Nova

Tony; Alex Silva, Renato, Rafael Donato e Willian Formiga; Ralf, Romário (Sousa) e Arthur Rezende (Matheuzinho); Pablo Dyego, Matheus Souza (Kaio Nunes) e Neto Pessoa (Daniel Amorim)
Técnico: Allan Aal

Vasco

Thiago Rodrigues; Gabriel Dias (Léo Matos), Quintero, Danilo Boza e Edimar; Zé Gabriel (Juninho), Andrey Santos e Nenê (Eguinaldo); Gabriel Pec (Erick), Figueiredo (Palacios) e Raniel
Técnico: Maurício Souza

Compartilhe