MMA

UFC

Sem Khabib, UFC aposta em Michael Chandler para disputa de cinturão

Ex-campeão do Bellator estreou bem e pode enfrentar Poirier

postado em 26/01/2021 09:02

(Foto: Divulgação/UFC)


Em uma das estreias mais aguardadas nos últimos meses pelos fãs de MMA, Michael Chandler correspondeu e começou muito bem a trajetória no UFC. No coevento principal da edição 257, em Abu Dhabi, ele não tomou conhecimento de Dan Hooker e nocauteou o neozelandês logo no primeiro round. Com o triunfo contundente sobre o número seis no ranking da divisão dos leves (70kg), o americano já pode se posicionar como eventual candidato a disputar o cinturão.

Aos 34 anos, campeão do Bellator em três oportunidades no peso leve, o Iron é uma opção mais do que interessante para o UFC repor a perda de Khabib Nurmagomedov. O russo se aposentou precocemente depois de manter o título da mesma divisão diante de Justin Gaethje, em outubro de 2020, e não parece disposto a retornar, mesmo com a insistência do presidente da franquia, Dana White. 

Com Michael Chandler, o horizonte se abre para um duelo pelo cinturão contra Dustin Poirier, ex-dono do cinturão interino dos leves e que nocauteou Conor McGregor, outro ex-campeão da divisão, no mesmo evento em que o Iron estreou no octógono, só que na luta principal em Abu Dhabi. Chandler, inclusive, declarou que já espera pela chance de disputar o título e comemorou com entusiasmo a grande estreia. 

"Não poderia haver um script melhor do que esse. Vir aqui, vencer de forma convincente na minha estreia, receber os elogios de Dana White e ouvir que eu posso vir a disputar o cinturão em seguida. Não poderia ter sido melhor", afirmou o Iron, que torce por retorno de Khabib, sem no entanto descartar eventual luta pelo cinturão contra Poirier. "Não sou perfeito, mas prometo que posso vencer aquele cara. Eu adoraria que Khabib voltasse", frisou.

"Não há um cara que eu respeite mais no UFC do que Dustin Poirier. Sou um grande fã dele. Ele é o tipo do cara que eu gostaria de surrar por 25 minutos, e depois que ganhássemos nossos bônus, iríamos aproveitar as nossas famílias. Ele é um dos bons. Se é o que Dana quer, quem sou eu para desapontá-lo? Não sofri nenhuma lesão nesta luta, e estou pronto para lutar de novo o mais rápido possível, em Abu Dhabi ou em Las Vegas. Estou pronto", reforçou Chandler.



ELOGIOS DO CHEFE


Depois do evento em Abu Dhabi, Dana White elogiou muito o novato do UFC. "Eu não sei se eu vi uma estreia melhor. Como eu disse, muitas pessoas que vêm pela primeira vez passam por maus bocados em suas estreias pelo UFC. Aquele garoto lutou como se ele estivesse aqui há anos. Assim de cabeça, eu não consigo lembrar de uma (estreia) melhor”, comentou o presidente da franquia. 

Tags: cinturão dana white UFC abu dhabi Michael Chandler dustin poirier Dan Hooker