UAI


Dana marca luta por título interino do UFC e provoca reação de campeão

Francis Ngannou ironizou anúncio de combate para o UFC 265

29/06/2021 20:38
compartilhe
Francis Ngannou, campeão dos pesos-pesados, ironizou marcação de luta pelo título interino no UFC
foto: Douglas P. DeFelice/AFP

Francis Ngannou, campeão dos pesos-pesados, ironizou marcação de luta pelo título interino no UFC


O presidente do UFC, Dana White, causou polêmica ao anunciar a disputa de cinturão interino na divisão dos pesos-pesados, a mais valorizada da organização. A franquia divulgou o duelo entre Ciryl Gane e Derrick Lewis para o UFC 265, em 7 de agosto, ainda sem local definido. Os dois vão subir ao octógono pelo título interino, o que desagradou ao atual campeão linear, o camaronês Francis Ngannou

A divulgação da luta entre Cyril Gane e Derrick Lewis pelo cinturão interino até 120kg pegou o meio do MMA de surpresa. E entre os que reagiram de forma contrária está o próprio campeão linear. Francis Ngannou ganhou o título em março deste ano, ao nocautar Stipe Miocic, e esperava pela definição do primeiro desafiante, o que ainda não ocorreu.

O africano campeão reagiu com indignação nas redes sociais. Em postagem no Twitter, ele ironizou a decisão do UFC de marcar o duelo pelo cinturão interino. Ele disse que viveu situação parecida, enquanto esperava pelo retorno do então campeão Miocic, que estava há nove meses sem lutar, para ter a revanche.  

Ngannou escreveu que pediu para enfrentar o surinamês Jairzinho Rozenstruik, pelo cinturão interino, enquanto esperava pelo retorno do então campeão linear. O combate foi marcado pelo UFC e terminou com nocaute do africano no primeiro round, mas não foi válido pelo título interino. 

"Eu lembro bem da minha luta por título interino contra Jairzinho...oh, espere", ironizou o campeão em postagem no Twitter. O camaronês ainda comentou post do jornalista Ariel Hewani, que não concordou com a marcação da disuta de cinturão interino. "Nada tem sido certo aqui", desabafou Ngannou.

O clima ficou ainda pior com a reação do representante do africano, Marquel Martin. O agente se disse em estado de choque com a decisão do UFC, o que também motivou resposta dura de Dana White. "Esse cara é tão cheio de m****! Ele sabe exatamente o que está acontecendo e não está chocado de forma alguma. Nós dissemos a ele várias vezes que isso iria acontecer. Sua gestão é incompetente e tomara que Francis comece a procurar novas pessoas para ajudar em sua carreira", escreveu o dirigente em post no Instagram.

Mesmo com a disposição de Ngannou de defender logo o cinturão, o UFC optou por marcar a luta entre Cyril Gane e Derrick Lewis, respectivamente os números três e dois no ranking dos 15 melhores na divisão dos pesos-pesados. O africano, que é o campeão linear, ocupa posição acima do top 15 na lista. 

Compartilhe