UAI


Derrota na volta ao octógono deixa Borrachinha longe do cinturão do UFC

Mineiro perdeu três posições no ranking dos médios após revés para italiano

26/10/2021 18:46 / atualizado em 26/10/2021 20:15
compartilhe
Marvin Vettori comemora vitória sobre Borrachinha no UFC: italiano sobe, e mineiro cai no ranking
foto: Reprodução/UFC

Marvin Vettori comemora vitória sobre Borrachinha no UFC: italiano sobe, e mineiro cai no ranking


O mineiro Paulo Borrachinha voltou ao octógono do UFC com derrota para o italiano Marvin Vettori, por decisão unânime dos juízes, no sábado passado, em Las Vegas. Com isso, o lutador de Contagem ficou mais longe de uma futura disputa de cinturão no peso-médio (84kg). 

No ranking atualizado do UFC, divulgado nesta terça-feira, Borrachinha perdeu posições na lista do peso-médio. O mineiro passou de segundo para quinto no top 15. Ele trocou de posição com o italiano, último desafiante do campeão, Israel Adesanya. Marvin Vettori, agora, é o segundo melhor entre os candidatos a enfrentar o dono do cinturão. 

Borrachinha estava afastado do octógono desde setembro do ano passado, quando perdeu para Israel Adesanya, por nocaute técnico no primeiro round, em Abu Dhabi, duelo válido pelo cinturão. O mineiro teve retorno atrasado, já que precisou cancelar luta por causa de gripe e outra pela falta de acerto quanto ao salário com a organização. 

Veja os 15 melhores no ranking peso-médio do UFC



Contra Vettori, Borrachinha teve um duelo equilibrado, mas os juízes deram a vitória ao italiano, por decisão unânime, depois de três rounds. O confronto não foi disputado pela divisão dos médios, já que o mineiro ultrapassou o limite permitido na pesagem, o que levou o UFC a realizar a luta na categoria dos meio-pesados (93kg). 

Borrachinha, que sofreu a segunda derrota consecutiva no UFC, não concordou com a decisão dos juízes laterais. Em postagem nas redes sociais, o mineiro considera que deveria ter sido apontado como vitorioso. "Obrigado Senhor , obrigado a todos pelo apoio. Acho que causei mais dano no meu adversário e por isso deveria ter ganhado, mas para não deixar dúvidas era preciso ter conseguido o nocaute", escreveu no Instagram.



"Apesar disso, não fiz o suficiente para me sentir vencedor, sou muito crítico de mim mesmo porque sei do meu potencial. Me certificarei de não deixar pros juízes na próxima. Irei corrigir o que precisa e continuarei sendo agressivo e contundente. Deus seja louvado sempre, amém", completou o mineiro de 31 anos. 

Em nova postagem, Borrachinha disse que já voltou ao peso normal para lutar nos médios e demonstrou confiança para retornar ao cage e buscar a recuperação. "Esse cara está voltando para a vida selvagem mais perigosamente do que nunca. O gosto de sangue na boca aguça meus sentidos e me faz querer lutar. O peso médio viciante está de volta com 85 kg!", postou. 



Compartilhe