UAI


Idade avançada? Aos 41, Glover Teixeira volta a disputar cinturão do UFC

Mineiro de Sobrália encara polonês em busca de feito inédito

26/10/2021 20:03 / atualizado em 26/10/2021 20:13
compartilhe
Depois de sete anos e meio, Glover, de 41, terá nova chance de faturar cinturão inédito
foto: Divulgação/Instagram

Depois de sete anos e meio, Glover, de 41, terá nova chance de faturar cinturão inédito

Aos 41 anos, o mineiro Glover Teixeira faz o caminho inverso a outros brasileiros badalados do MMA que interromperam a carreira ou deixaram o Ultimate Fighting Championship. O lutador nascido em Sobrália é prova viva de que idade avançada não significa queda de rendimento e voltará a disputar o cinturão do UFC na divisão dos meio-pesados (93kg). 

Glover Teixeira vai desafiar o campeão da divisão, o polonês Jan Blachowicz, na luta principal do UFC 267, no próximo sábado (30), na Etihad Arena, em Abu Dhabi, nos Emirados Árabes. O europeu, também um veterano (38 anos), conquistou o título diante de Dominick Reyes (vitória por nocaute técnico), em 2020, e o manteve contra Israel Adesanya (ganhou por pontos), em março passado. 

Glover voltará a disputar o cinturão do UFC depois de sete anos. Em 2014, ele desafiou o astro Jon Jones e perdeu por decisão unânime dos juízes, resistindo os cinco rounds. Sem Bones, que deixou a divisão e vai lutar nos pesados (120kg), a categoria até 93kg tem um novo campeão, considerado por muitos uma surpresa. Após a saída do maior nome dos meio-pesados desde 2011, Blachowicz tenta se firmar como dono do título. 

Glover ganhou o direito de brigar pelo cinturão depois de cinco vitórias consecutivas, em exibições convincentes. Com isso, convenceu o chefão Dana White a dar nova chance para disputar o título, mesmo com idade avançada. Para o mineiro, a guinada veio após uma derrota, em 2018, quando ele foi superado por pontos por Corey Anderson, o que o levou a repensar a carreira.
 
"Depois da minha derrota para o Corey Anderson, decidi mudar radicalmente a minha rotina de vida. Ganhei disciplina, estou treinando com mais inteligência, não estou me sobrecarregando, e isso se refletiu nas minhas performances daquela luta em diante. Estou muito feliz com os treinos que venho fazendo", destacou o mineiro em entrevista ao Combate.

Aos 38 anos, Jan Blachowicz tenta se firmar como campeão depois da saída de Jon Jones
foto: UFC/Reprodução

Aos 38 anos, Jan Blachowicz tenta se firmar como campeão depois da saída de Jon Jones



Glover Teixeira projetou um confronto de trocação diante do polonês, já que os dois têm mãos pesadas e poder de nocaute. Mas o mineiro, que é faixa-preta no jiu-jítsu e especialista no wrestling (luta olímpica), avisou que tem outras armas para surpreender o campeão. 

"Blachowicz é um bom lutador, tem poder de nocaute, mas se não acontecer de uma mão entrar, que é coisa que acontece na luta, eu estou muito confiante de que vou sair de lá com o cinturão. Meu boxe está muito bem treinado, tenho feito sparring com o Alex Poatan, mas a verdade é que, se tiver uma brecha, vou puxar o cara pro chão, porque o mei jiu-jítsu é muito sinistro!", exaltou.

Glover Teixeira demorou a consolidar carreira internacional, já que teve dificuldade para obter o green card, o visto para fixar residência nos EUA. Com isso, só estreou no UFC em 2012, quando bateu Kyle Kingsbury por finalização com um triângulo. A partir dali, o mineiro teve trajetória ascendente até disputar o cinturão contra Jon Jones, encarou fase irregular e voltar a crescer na divisão, a ponto de ganhar nova oportunidade de title shot. 

UFC 267


Sábado (30), na Etihad Arena, em Abu Dhabi, Emirados Árabes
Horário (de Brasília): a partir das 11h30
Transmissão: Canal Combate

Card principal

Jan Blachowicz x Glover Teixeira - cinturão dos meio-pesados 
Petr Yan x Cory Sandhagen - cinturão peso-galo (interino)
Islam Makhachev x Dan Hooker - peso leve
Alexander Volkov x Marcin Tybura - peso pesado
Li Jingliang x Khamzat Chimaev - meio-médios
Magomed Ankalaev x Volkan Oezdemir - meio-pesados

Card preliminar

Amanda Ribas x Virna Jandiroba - peso palha
Ricardo Carcacinha x Zubaira Tukhugov - peso pena
Albert Duraev x Roman Kopylov - peso médio
Elizeu Capoeira x Benoit St. Denis - meio-médios
Michal Oleksiejczuk x Shamil Gamzatov - meio-pesados
Makwan Amirkhani x Lerone Murphy - peso pena
Hu Yaozong x Andre Petroski - peso médio
Damir Ismagulov x Magomed Mustafaev - meio-pesados
Tagir Ulanbekov x Allan Nascimento - peso pena

Compartilhe