UAI


Parceiro de Glover brilha e sonha alto no UFC: "Venho para ser campeão"

Alex Poatan mostrou 'cartão de visitas' com nocaute em joelhada voadora

08/11/2021 20:51 / atualizado em 08/11/2021 20:59
compartilhe
Alex Poatan acertou linda joelhada voadora que apagou grego no Madison Square Garden
foto: Mike Stobe/AFP

Alex Poatan acertou linda joelhada voadora que apagou grego no Madison Square Garden



Parceiro de treinos do mineiro Glover Teixeira nos Estados Unidos, Alex Poatan confirmou as expectativas de estreia positiva no Ultimate Fighting Championship. Com uma joelhada voadora, ele nocauteou o grego Andreas Michailidis em duelo no card preliminar do UFC 268, no Madison Square Garden, em Nova York, pela categoria dos médios (até 84kg). O paulista de São Bernardo do Campo, exímio na trocação do kickboxing, disse que foi apenas o início de uma trajtória vitoriosa na organização. 

Depois de sobreviver ao jogo agarrado do grego, que levou a luta para o chão no primeiro round, Alex Poatan mostrou a técnica que o consagrou em eventos de trocação como o Glory, no qual foi campeão nos meio-pesados (93kg) e nos médios. O paulista, que na verdade se chama Alexsandro Pereira, adotou o apelido de Poatan por ter ligação com a cultura indígena. No dialeto tupi, o significado da palavra é 'mão de pedra'.

No segundo round, logo aos 18seg, o brasileiro acertou linda joelhada voadora que levou o grego a nocaute. Poatan ainda recebeu o bônus de R$ 277 mil pela 'performance da noite' no UFC em Nova York. Aos 34 anos, mesmo estreando tardiamente na principal organização de MMA, o paulista avisou que buscará o topo da divisão até 84kg. 

"Venho para ser campeão, mas claro que estou com os pés no chão. Tenho muito para evoluir, ganhar experiência de luta, isso para mim vai ser muito bom e muito importante, chegar lá pronto. Tenho 34 anos e a oportunidade de estar treinando e evoluindo, e evoluindo dentro do octógono", declarou o brasileiro, em entrevista coletiva. 



Nos tempos de sucesso no kickboxing, Alex Poatan derrotou em duas ocasiões um dos principais astros do UFC na atualiadade, o nigeriano Israel Adesanya, campeão dos médios. Em 2016, na China, o brasileiro ganhou por decisão unânime. Já em 2017, em São Paulo, o triunfo foi por nocaute no terceiro round. Os confrontos foram pelo Glory. No MMA desde 2015, quando estreou, o paulista saiu vencedor em quatro das cinco lutas disputadas. 

Alex Poatan teve o apoio de Glover Teixeira no córner, durante o UFC 268. O mineiro, campeão dos meio-pesados, é parceiro de treino e incentivador do paulista, que fez a preparação na Teixeira MMA & Fitness, academia que o lutador de Sobrália, no Vale do Rio Doce, fundou em Bethel, no estado norte-americano de Connecticut. 




Compartilhe