Seleção

SELEÇÃO BRASILEIRA

Messi manda Tite calar a boca em vitória da Argentina sobre o Brasil: 'Fala muito'

Treinador da Seleção Brasileira disse que retrucou, mas evita polêmica

postado em 15/11/2019 19:41 / atualizado em 15/11/2019 19:49

Uma imagem do cinegrafista Jordi Bordalba, da TV Globo, flagrou o momento em que Messi mandou o técnico Tite calar a boca durante o amistoso entre Brasil e Argentina, nesta sexta-feira, em Riade, na Arábia Saudita. O treinador alega que retrucou.

A discussão entre os dois ocorreu no momento em que Tite pediu cartão amarelo para Messi ao árbitro Matthew Conger, da Nova Zelândia. O argentino se aproximou e posicionou o dedo indicador sobre a boca mandando o treinador se calar. Em seguida, o melhor do mundo sinalizou novamente, dessa vez simulando o famoso “fala muito”.

Durante a entrevista coletiva, depois do jogo, Tite confirmou que o bate-boca com Messi. 

“Eu só reclamei porque era para ele tomar cartão e ele me mandou calar a boca. Depois eu mandei ele calar a boca. E acabou. Não quero responder isso para não colocar situações”, disse o técnico, que ainda reclamou da falta de pulso do árbitro. “Se não colocar árbitro grande, ele (Messi) te engole... Mas é situação do jogo, ele é extraordinário. A Argentina marcava baixo e daqui a pouco procurava o Messi. Mas aquele lance era para cartão e eu tinha razão de reclamar”.

O treinador ainda questionou o pênalti marcado pelo árbitro para a Argentina, cometido por Alex Sandro sobre Messi. “Não vi de uma forma nítida, sei que houve comentários de que não foi pênalti. Para mim não foi pênalti. Mas méritos para a Argentina, que venceu o superclássico. Mas, se é um árbitro inglês, ele fala: segue”.

Ao fim da partida, Messi confirmou ao canal argentino Torneos y Competencias que não sabe se houve mesmo a penalidade: “Na verdade não sei se foi pênalti. Eu caí por inércia. Creio que ele me toca, mas não sei”, declarou.

Com a derrota para a Argentina, por 1 a 0, o Brasil chegou a cinco jogos sem vitória depois da conquista da Copa América. 

Tags: brasil argentina messi amistoso tite futinternacional futnacional selefut