UAI

2

Neymar deixa treino da Seleção machucado e pode ficar fora de amistoso

O jogador do PSG machucou o pé direito após dividida com o zagueiro Léo Ortiz, do Bragantino, e o volante Danilo, do Palmeiras, durante a atividade em Seul

01/06/2022 10:09 / atualizado em 01/06/2022 12:23
compartilhe
Neymar em treino com a Seleção Brasileira em Seul, antes de se machucar
foto: CBF/Divulgação

Neymar em treino com a Seleção Brasileira em Seul, antes de se machucar

O astro Neymar, do Paris Saint-Germain, deixou o treino da Seleção Brasileira com dores no pé direito, nesta quarta-feira (1º), e a presença dele virou dúvida para o amistoso contra a Coreia do Sul, em Seul. O duelo será nesta quinta, às 8h (de Brasília), no Seul World Cup Stadium, e, caso Neymar seja vetado, a opção de Tite é Vinícius Júnior.

Em treino no dia anterior, Neymar tinha mostrado toda a sua habildade com golaço de letra. Veja no vídeo abaixo.



O jogador do PSG se contundiu após dividida com o zagueiro Léo Ortiz, do Bragantino, e o volante Danilo, do Palmeiras. Logo após o lance, Neymar se queixou de um incômodo no pé direito, o mesmo em que teve o quinto metatarso fraturado, em 2018 e 2019.

O meia-atacante prontamente recebeu atendimento do médico do Brasil, Rodrigo Lasmar, mas não conseguiu retornar ao treinamento. Neymar chegou a sair de campo mancando e divulgou uma imagem da contusão em seu Instagram.

Em postagem no Instagram, Neymar mostra o pé inchado
foto: Instagram/Reprodução

Em postagem no Instagram, Neymar mostra o pé inchado

Rodrigo Lasmar comentou a situação clínica do jogador e explicou que não há ligação entre o ocorrido desta quarta e a lesão anterior, no quinto metatarso.

"Neymar sofreu um trauma no pé direito, um pisão. Apresentou um inchaço importante, não conseguiu seguir no treino, e já iniciamos o tratamento. Está em observação, vamos ver como ele vai responder. Temos um tempo curto, vamos contar com o tempo para definir a presença ou não dele no jogo", disse o médico.

"A lesão que ele teve anteriormente foi no quinto metatarso. Hoje ele teve um pisão mais no meio, próximo ao terceiro metatarso", acrescentou.


Com dúvida de Neymar, Seleção analisa opções


Após a saída de Neymar, Tite promoveu Philippe Coutinho ao time titular e testou o atacante Vinícius Jr. na equipe inicial. A definição dependerá do estado físico do jogador do Real Madrid, além de sua adaptação ao fuso horário da capital coreana.

O comandante propôs uma atividade de enfrentamento e montou um time reserva com: Alisson; Danilo, Léo Ortiz, Guilherme Arana e Alex Telles; Fabinho, Casemiro e Coutinho; Gabriel Jesus, Vinícius Jr. (Gabriel Martinelli) e Matheus Cunha (Rodrygo). Em seguida, Alisson e Casemiro trabalharam entre os titulares nas vagas de Weverton e Bruno Guimarães, respectivamente.

A provável escalação do Brasil para o amistoso com a Coreia é: Weverton (Alisson); Daniel Alves, Marquinhos, Thiago Silva e Alex Sandro; Bruno Guimarães (Casemiro), Fred e Philippe Coutinho (Neymar ou Vinícius Jr.); Raphinha, Lucas Paquetá e Richarlison.

O Brasil já perdeu o lateral-direito Danilo, cortado por causa de lesão no pé direito. Além dele, o goleiro Ederson, com lesão muscular, não está à disposição do amistoso desta quinta. O zagueiro Gabriel Magalhães também se queixou de dores no posterior da coxa esquerda, fez fisioterapia e será desfalque.

Vale lembrar que o zagueiro Eder Militão ainda não se apresentou à delegação brasileira. Após um teste inconclusivo de COVID-19, o defensor fez novo exame, testou negativo e foi liberado para viajar. Ele é esperado na Seleção Brasileira ainda nesta quarta-feira.

Após o confronto contra a Coreia do Sul, o Brasil terá pela frente o Japão, em 6 de junho, em Tóquio.                

Compartilhe