LIGA DOS CAMPEÕES

Em jogo de duas viradas, Manchester City faz 5 a 3 no Monaco e larga na frente

City contou com gols de Aguero (2), Sané, Sterling e Stones para virar placar

postado em 21/02/2017 18:48 / atualizado em 21/02/2017 19:06

AFP

Manchester City e Monaco realizaram um verdadeiro espetáculo nesta terça-feira, pelas oitavas de final da Liga dos Campeões. Em uma partida de oito gols, realizada na Inglaterra, foi o time de Pep Guardiola que, apesar de ficar atrás duas vezes, contou com dois gols de Aguero, um de Sané, um de Sterling e um de Stones para conquistar a virada e garantir a vitória por 5 a 3. Falcao García, duas vezes, e Kylian Mbappé, colocaram os visitantes na frente em dois momentos, um deles de virada, mas acabaram não conseguindo evitar a derrota.

Importantíssimo, o triunfo serviu para deixar o time inglês mais tranquilo quanto à possibilidade de vaga nas quartas de final da Champions. Os Citzens avançam com qualquer vitória ou empate no jogo de volta e até mesmo em caso de derrota por 1 a 0, levando em conta o critério de gol fora. A missão dos derrotados desta terça é um pouco mais complicada, já que os monegascos precisam de uma vitória por dois gols de diferença (até 4 a 2) para avançar.

Os oponentes desta tarde voltam a se encontrar para definir quem será o classificado para a próxima fase, no dia 15 de março, no estádio Saint Louis. Antes disso, os franceses visitam o Guingamp neste sábado, pelo Campeonato Francês, e os ingleses recebem o Huddersfield, na próxima terça, pela Copa da Inglaterra.

Show de ataque, gol do City e virada monegasca

O primeiro tempo no Etihad Stadium começou com um verdadeiro show para os espectadores. Colocando o DNA ofensivo em campo desde os primeiros minutos, tanto o City quanto o Monaco não quiseram saber de ficar trocando passes no meio-campo e se atacaram desde o apito inicial.

Os adversários desta terça dividiram algumas chances de começo, as principais delas aos 14, quando Aguero aproveitou rebote e quase marcou de cobertura para os donos da casa, e aos 17 minutos, quando Mbappé deixou Otamendi no chão e rolou para Mendy demandar grande defesa de Willy Caballero. O placar, no entanto, demorou um pouco para ser aberto e somente aos 26 minutos, depois de Aguero desperdiçar uma grande chance, foi que Sané fez boa jogada e cruzou rasteiro para Sterling, em posição duvidosa, apensas empurrar para as redes.

O gol do atacante inglês, contudo, não desanimou o futebol vistoso dos visitantes e o time do Principado, em sua primeira oportunidade de resposta, deixou tudo igual. Aos 31 minutos, o artilheiro Falcao García recebeu cruzamento na medida do brasileiro Fabinho e cabeceou no canto direito do goleiro, para marcar o seu 24º gol na temporada.

AFP


Sem tomar conhecimento da torcida dos Sky Blues e dos comandados de Pep Guardiola, os monegascos seguiram com mais uma envolvente atuação na temporada e conseguiram virar o duelo. Em nova assistência de Fabinho, dessa vez acertando lindo passe para Mbappé, o artilheiro francês emendou um belo chute de primeira, na frente do goleiro, e estufou as redes.

Monaco fica à frente duas vezes, mas cede virada

Na volta do intervalo, o Monaco indicou que sacramentaria a vitória logo nos primeiros instantes do segundo tempo. Ainda melhor no confronto, o time do principado contou com um pênalti logo aos três minutos, cometido por Otamendi em cima de Falcao García. O próprio camisa 9 foi para a cobrança, mas bateu mal e facilitou para Willy Caballero agarrar.

O dissabor do colombiano ao perder a oportunidade de ampliar ficou ainda maior aos 12 minutos, quando Aguero balançou as redes. O centroavante argentino recebeu dentro da área e emendou de primeira. O chute saiu fraco, mas o goleiro Subasic falhou de maneira grotesca, deixando a bola entrar.

Os quatro gols e as chances desperdiçadas, no entanto, não fizeram nenhum dos oponentes mudarem de postura e a partida seguiu movimentada. Dois minutos após o empate de Aguero, Falcao García se redimiu com muita classe, recebendo em velocidade pelo lado esquerdo, cortando para o meio, limpando o defensor e acertando uma linda cavadinha por cima do goleiro.

AFP


Tão movimentado quanto surpreendente, o duelo desta terça-feira em Manchester seguiu com a sua principal máxima: reviravolta. Não satisfeito em arrancar o segundo empate, aos 25 minutos, de novo com Kun Aguero, desta vez acertando belo gol de primeira, após cobrança de escanteio de De Bruyne, o time mandante conseguiu fazer a segunda virada da tarde e ainda ampliou, sacramentando a última mudança de desfecho.

AFP


O quarto gol dos Citzens foi marcado pelo zagueiro Stones, que aproveitou desvio de Yaya Touré após nova cobrança de escanteio, aos . Com maior volume de jogo e mais empolgação, os ingleses acabaram com qualquer chance de nova reviravolta aos 36 minutos, com Sané consagrando a boa atuação. O jovem meia alemão teve apenas o trabalho de empurrar para as redes, depois de assistência de Aguero.

Tags: city monaco inglesfut francesfut ligadoscampoes