AMÉRICA

América tenta 'virada' na Série B com reformulação do elenco no meio da temporada

Na última semana, quatro reforços foram apresentados oficialmente

postado em 04/06/2019 07:30 / atualizado em 04/06/2019 01:00

<i>(Foto: Daniel Hott/América)</i>
Somente na última semana, o América apresentou oficialmente quatro jogadores para a sequência da temporada. E os reforços não devem parar por aí. Pelo menos, foi o que indicou o treinador Maurício Barbieri. O Coelho, 20º e último colocado da Série B do Campeonato Brasileiro, com dois pontos, espera que a virada no ano ocorra com a chegada de novos nomes.

Com quatro derrotas e dois empates na Série B, o América vive situação delicada na temporada. Com a Segunda Divisão sendo a única competição da equipe neste ano, o clube busca se reforçar ainda mais para tentar sair do difícil momento. Além recém-chegados jogadores, o próprio Barbieri é uma cara nova. Ele foi anunciado como treinador em 6 de junho, para o lugar de Givanildo Oliveira.

“Cheguei tinha duas rodadas. A gente está reformulando o elenco. Tem jogadores chegando, a gente tem contado com dificuldades nos jogos. Em nenhum encontro o adversário foi infinitamente superior ao América, em todos os jogos o América tem feito partidas parelhas. Tempos bons, outros menos bons. Mas buscamos evolução. A gente vem crescendo, mas os resultados precisam aparecer. Tenho certeza que o torcedor está incomodado, mas pode ter certeza que somos os primeiros a estar incomodados. Na reapresentação o ambiente fica ruim. A gente quer vencer, quer dar resposta, trabalhamos nesse sentido. Espero que comece a vir nos próximos jogos”, disse Barbieri, em entrevista coletiva, nessa segunda-feira.

Desde que Barbieri chegou ao América, sete atletas foram contratados: Ricardo Silva, Thiago, Luiz Fernando, Willian Maranhão, Michel Bastos, Rafael Bilu e Diego Ferreira. Deles, apenas Michel ainda terá de aprimorar a forma física para atuar. Todos os outros estão à disposição da comissão técnica.
 
Desatenção que custa caro

Para sair da má fase, o América precisa mudar a postura e corrigir a falta de atenção quando a equipe está com vantagem no placar. Contra Sport (derrota por 2 a 1)Brasil de Pelotas (revés por 2 a 1) e Coritiba (empate em 1 a 1), o Coelho esteve à frente e não conseguiu segurar a vitória. Barbieri diz que, principalmente contra as equipes do Sul, o time esteve bem e poderia ter aproveitado as chances para ampliar o marcador. 

Em todos esses jogos, contra o Sport não, mas contra Brasil e Coritiba tivemos chances de fazer um placar maior. Aí se você toma um gol, faz parte do jogo, e você tem um placar maior você tem mais segurança. A conversa no vestiário foi que devíamos seguir atacando, tinha jogo pela frente, mas cedemos campo ao Coritiba. Eles fizeram trocas e vieram para cima. Sabíamos que teria espaço, mas não fomos eficientes. Até que no fim do jogo tivemos chances, mas não aproveitamos”, finalizou o treinador.

O próximo compromisso do América será diante do CRB, no sábado, às 20h30, no Estádio Rei Pelé, em Maceió, Alagoas. A partida será válida pela sétima rodada da Série B do Campeonato Brasileiro.

Tags: futnacional serieb interiormg americamg