UAI


Vôlei de praia: Ágatha e Duda representam o Brasil no World Tour Finals

Brasileiras estreiam nesta quarta-feira na Itália, diante de canadenses

05/10/2021 20:36
compartilhe
Campeãs do circuito internacional e líderes no ranking, Ágatha e Duda representam o Brasil em Cagliari
foto: FIVB

Campeãs do circuito internacional e líderes no ranking, Ágatha e Duda representam o Brasil em Cagliari


A cidade italiana de Cagliari receberá, a partir desta quarta-feira, o World Tour Final, torneio de vôlei de praia com a participação das melhores duplas do mundo. Disputado desde 2015, o circuito contará com a dupla Agatha e Duda representando o Brasil. As jogadoras lideram o ranking e são campeãs do circuito internacional.

A estreia brasileira será nesta quarta-feira contra Pavan/Melissa (CAN), às 8h30 (hora de Brasília). Na história do World Tour Finals, o Brasil tem 12 medalhas, sendo seis de ouro, três de prata e três de bronze.

As 10 melhores duplas de cada gênero do ranking disputam uma premiação de, aproximadamente, 4,3 milhões de reais. O campeonato conta com formato de disputa com 10 duplas de cada gênero sendo divididas em dois grupos com cinco times cada, que jogam entre si. O primeiro em cada grupo avança direto para as semifinais, enquanto aqueles que ficarem em segundo e terceiro jogam as quartas de final.

As brasileiras estão juntas desde 2017 e já participaram da final das últimas três edições, com um ouro em 2018 e prata nos eventos de 2019 e 2017. Com o bom retrospecto da dupla, Ágatha mostrou-se contente com mais uma participação e quer representar bem o Brasil nas areias italianas.

"Estou muito feliz de poder termos construído essa oportunidade para o nosso time. Será a nossa quarta participação no Finals e medalhamos nos outros três que disputamos, é uma marca incrível. Eu estou muito motivada, quero fazer bonito e representar bem as cores do nosso país no meio dos melhores do mundo", disse Ágatha, enquanto a parceira Duda faz coro sobre a expectativa de um bom torneio.

A dupla esteve presente na disputa da modalidade durante os Jogos Olímpicos de Tóquio e foi eliminadas nas quartas-de-final para a dupla Verge-Depre e Heidrich, da Suíça. As atletas estão no grupo B ao lado das atuais campeãs mundiais Sarah Pavan e Melissa Humana-Paredes (do Canadá), das medalhistas de bronze em Tóquio 2020, Anouk Vergé-Dépré e Joana Heidrich (da Suíça), de Sarah Sponcil/Kelly Claes (Estados Unidos) e Sanne Keizer/Madelein Meppelink (Holanda).

Compartilhe