UAI

2

Com Thaísa, Minas derrota Osasco e consolida vice-liderança da Superliga

Titular pela primeira vez após se livrar de lesões, central comandou triunfo minas-tenista por 3 a 1, na Arena MTC

08/03/2022 21:43 / atualizado em 08/03/2022 22:40
compartilhe
Com Thaísa de volta ao time titular, Minas aproveitou apoio da torcida e garantiu vice-liderança
foto: Orlando Bento/Minas

Com Thaísa de volta ao time titular, Minas aproveitou apoio da torcida e garantiu vice-liderança


No jogo que marcou o retorno da central Thaísa como titular, aos poucos readqurindo ritmo após se recuperar de lesões, o Minas derrotou o Osasco por 3 sets a 1, na noite desta terça-feira, na Arena MTC, pela 10ª rodada do returno da Superliga Feminina. As parciais foram de 25/11, 29/27, 16/25 e 25/20.

Com apoio da torcida, que compareceu em bom número à Arena MTC, o Minas fez o dever de casa e chegou aos 52 pontos, se firmando na segunda posição. O Osasco permaneceu em quarto lugar, com 43 pontos, e brigará para se manter no G4 com o Flamengo, que soma 42. 

Na última rodada da fase de classificação, que será toda em 18 de março, o Minas sairá para enfrentar o Brasília, no Distrito Federal. Já o Osasco terá pela frente o Maringá, em casa, enquanto o Flamengo, que briga pela quarta posição, visitará o Pinheiros. As partidas começarão às 21h. 

O JOGO


Animado com a volta de Thaísa entre as titulares, o Minas foi um rolo compressor no primeiro set. De forma avassaladora, as anfitriãs mostraram volume de jogo e abriram enorme vantagem. Em menos de 20 minutos de disputa, o MTC fechou em 25 a 11, um atropelo, e fez 1 a 0 na partida. 

O segundo set foi diferente. O Minas passou a errar mais, enquanto o Osasco se acertou e mostrou atrevimento para sair na frente com 9 a 6. As minas-tenistas, no entanto, buscaram a reação e deixaram o placar em 20 a 20. Depois de reviravoltas no placar, o time mineiro fechou com ataque da oposta Dani Cuttino e fechou em 29 a 27: 2 a 0. 

Com mais uma atuação consitente, Dani Cuttino foi a principal pontuadora, com 18 acertos
foto: Orlando Bento/Minas

Com mais uma atuação consitente, Dani Cuttino foi a principal pontuadora, com 18 acertos



O terceiro set teve o Osasco determinado e com muita aplicação tática. O Minas voltou a cometer erros, falhou na recepção e viu as paulistas abrirem 10 a 6. Melhor na parcial, as visitantes alcançaram 16 a 11, controlaram a vantagem e fizeram 25 a 16, diminuindo o placar para 2 a 1. 

O terceiro set começou com intensa disputa, principalmente na rede e nas bolas de ponta. Com defesas importantes dos dois lados, o jogo ganhou em emoção. Mas o bloqueio foi importante para o Minas, que aproveitou desatenção das rivais e fez 9 a 6. O Osasco abriu a guarda, e as minas-tenistas aproveitaram para liquidar em 25 a 20, em ataque de Pri Heldes. 

Thaísa mostrou personalidade e comandou o Minas com experiência e pontos importantes no bloqueio
foto: Orlando Bento/Minas

Thaísa mostrou personalidade e comandou o Minas com experiência e pontos importantes no bloqueio



Thaísa, que vai ganhando ritmo visando aos playoffs, mostrou mais desenvoltura, principalmente no bloqueio, mas no ataque não foi muito utilizada pela levantadora Macris. A central recebeu o Troféu VivaVôlei como melhor em quadra e aproveitou para homeneagear a fisioterapeuta Bruna Melato, que a acompanhou durante o processo de recuperação das lesões no abdômen e na fíbula. 

"Eu ainda estou me reconectando com a Macris. Não adianta eu querer fazer tudo de uma vez só, que não vou conseguir. Essa vitória é do grupo e da minha fisioterapeuta, que foi tudo, foi amiga", declarou Thaísa ao SporTV, no momento em que entregou o troféu à fisioterapeuta minas-tenista. 


Compartilhe